PRESTAÇÃO DE CONTAS

MS Notícias - Sua Refência em Jornalismo no MS

segunda, 22 de abril de 2019

No Ar com Igor Matheus

Duplamente um clássico, há 18 anos A Grande Família voltava a TV

Por: Igor Matheus 22/04/2019 às 14:44
ComentarCompartilhar

Hoje vamos falar sobre uma das séries mais queridas e icônicas da televisão brasileira, trata-se de "A Grande Família", esse fenômeno que terminou em 2014, após 14 anos no ar.

Há 18 anos, numa quinta-feira, 29 de março de 2001, a TV Globo, retomava o programa, numa nova roupagem e elenco e sob pouca expectativa da crítica e curiosidade por parte do público, sem imaginarem o futuro longo e duradouro que lhe aguardava.

Criado por Oduvaldo Vianna Filho (1936-1974) e Armando Costa (1933-1984), a primeira versão foi exibida entre 1972 e 1975. Anos depois, em 1987, a emissora fez um especial de fim de ano com o elenco original.

Na segunda versão, em 2001, ocupa-se do mesmo formato, com naturais alterações de tempo. Ambas, um estrondoso sucesso, permitindo o formato, tornar-se duplamente um clássico, coisa rara, principalmente na televisão moderna, com programas perecíveis e pouco atraentes.

O elenco desta nova versão foi imortalizado em seus personagens. Impossível não associar Marco Nanini a Lineu, Marieta Severo a Nenê, Pedro Cardoso a Agostinho, Guta Stresser a Bebel, Lucio M. Filho a Tuco, Marcos Oliveira a Beiçola e Tonico Pereira a Mendonça. 

Importante destacar as inesquecíveis presenças de Rogério Cardoso (1937-2003) como Seu Floriano, Andréa Beltrão (Marilda) e Evandro Mesquita (Paulão), entre outros que deram seu brilho ao programa.

"Essa família é muito unida... E também muito ouriçada...", durante anos esta musiquinha, composta pela dupla baiana "Tom e Dito" e imortalizada na voz de Dudu Nobre, ecoou pelos nossos ouvidos, tornando-se um hino da família brasileira.

Formato e atmosfera simples, a Família Silva, mesmo com seus elementos ficcionais, foi uma das mais críveis retratações da classe média brasileira na televisão, com seus dramas, diversões, vitórias e dificuldades, nesta implacável realidade do nosso povo.

Uma série longa tem muitos desafios, como manter um roteiro forte sem deixar a história ruir, conflitos e baixas no elenco, são coisas naturais e normais num trabalho tão longo.

Se estava na hora de acabar? Acredito que sim!

Por mais que o formato tivesse potencial para durar mais alguns anos, o elenco estava cansado e a história estava começando a dar sinais de desgaste e o fim era necessário. Porém, impossível não sentir, afinal, são 14 anos semanalmente no lar de milhões de pessoas.

Despede-se em 11 de setembro de 2014, com sucesso e boa audiência, após 14 temporadas e 485 episódios, "A Grande Família" tornou-se com glória, o seriado mais longo da história da TV brasileira, e marcando definitivamente as noites de quinta na televisão e o coração do público.

As atuais reprises diarias do Canal Viva e na Globo com "O Álbum da Grande Família", ajudam o público a matar a saudade deste memorável clássico da nossa televisão. 

Por hoje é só!!

Obrigado pela sua audiência e até a próxima!

"Com fé, trabalho e esperança tudo se alcança". ;)

 

Igor Matheus - ator, jornalista e radialista.

Deixe seu Comentário

TV MS

03 de abril de 2019
Revoada de balões em alusão ao Dia Mundial de consciencização ao autismo

Últimas Notícias

Ver Mais Notícias
MS Notícias - Sua Refência em Jornalismo no MSRua Rodolfo Andrade Pinho, 634
CEP 79090.050 - Vila Taveirópolis
Campo Grande/MS
 (67) 99150.1270
Editorias
Institucional
Mídias Sociais
© MS Notícias. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvimento Plataforma