SUPER AL
IPTU
Quarta, 20 de Setembro de 2017

Fevereiro

Governo e frigoríficos alinham sistemas para retorno do Precoce

Por: Jhoseff Bulhões, com assessoria16/01/2017 às 17:00
ComentarCompartilhar
Foto: Divulgação/Assessoria

O Governo do Estado, por meio da secretaria de Produção e Agricultura Familiar (Sepaf), Secretaria de Fazenda (Sefaz), Superintendência de Gestão da Informação (SGI) com auxílio do Sindicato das Indústrias de Frios, Carnes e Derivados de Mato Grosso do Sul (Sicadems), reuniu na última semana, representantes das indústrias frigoríficas para discutir detalhes e alinhar os sistemas de informática para relançamento do subprograma Proape/Precoce MS.

Dando seguimento ao cronograma que culminará no relançamento do Precoce MS, no início do próximo mês, técnicos das secretarias de Produção e de Finanças, juntamente com a equipe da SGI, abriram oficialmente as inscrições para credenciamento das indústrias frigoríficas e no intuito de dirimirem quaisquer dúvidas sobre os requisitos, bem como a forma como se dará a troca de informações entre eles. Na oportunidade, fizeram a apresentação do sistema do programa e discutiram formas de integração do mesmo.

O secretario estadual de Produção e Agricultura Familiar, Fernando Mendes Lamas, participou do encontro e observou que o programa deve ser encarado como um ‘início’ para a evolução da pecuária do Estado e não como o ‘fim’. Fernando destacou a importância da parceria com a Sicadems, e o empenho das equipes das secretarias e SGI, na busca por soluções, e os esforços no cumprimento do cronograma, que segue dentro do que foi previsto.

A diretora regional de sanidade animal da Superintendência Federal de Agricultura (SFA-MS), Juliana Fernandes, comentou como se dará a participação do Ministério da Agricultura e Abastecimento (MAPA), a partir da nova versão do subprograma, esclarecendo que continuará colaborando com a execução, porém, através do trabalho de auditoria.

Compromisso

O auditor fiscal da secretaria de Fazenda do Estado, Cleverton Messias Miotto Corazza, comentou que estão entre as preocupações do Estado, quando da reformulação, que o produtor não seja penalizado por eventuais erros paralelos do programa; que o frigorífico tenha condições de se comunicar com eficiência com o Estado e este tenha acesso ao mínimo de dados que garanta transparência e segurança a todos os participantes.

Para o presidente do Sicadems (Sindicato das Indústrias de Frios, Carnes e Derivados de Mato Grosso do Sul), Ivo Cescon Scarcelli, o comportamento do governador Reinaldo Azambuja, que ao decidir pela reformulação, reuniu as instituições para discutirem juntos em que termos elas se dariam, mostra sua disposição em continuar incentivando a atividade, com zelo, respeito e transparência.

“O que observo é a boa vontade, dos técnicos, dos secretários, do governo como um todo, em dirimir as duvidas, e de nós enquanto indústria, em alinhar as ações e deixar o programa o mais acessível e transparente para todos, E isso nos deixa extremamente satisfeitos”, completou.

Cadastramento

Com a nova reformulação, novas exigências são acrescentadas e o cadastramento de profissionais que atuarão como responsáveis técnicos das propriedades, bem como dos produtores e das empresas independentes que atuarão na classificação se fazem necessárias e já estão abertas, podendo ser realizadas pela internet, no endereço http://www.precoce.sepaf.ms.gov.br/ onde também está disponível um manual com todas as instruções para a participação no programa.

Deixe seu Comentário

TV MS

20 de Junho de 2017
Luis Felipe lança nova música após bater 100 mil em primeiro lançamento

Últimas Notícias

Ver Mais Notícias
MS Notícias - Sua Refência em Jornalismo no MSRua Rodolfo Andrade Pinho, 634
CEP 79090.050 - Vila Taveirópolis
Campo Grande/MS
 (67) 3305.4739
Editorias
Institucional
Mídias Sociais
© MS Notícias. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvimento Plataforma