Segunda, 27 de Fevereiro de 2017

Fevereiro

Governo e frigoríficos alinham sistemas para retorno do Precoce

Por: Jhoseff Bulhões, com assessoria16/01/2017 às 17:00
ComentarCompartilhar
Foto: Divulgação/Assessoria

O Governo do Estado, por meio da secretaria de Produção e Agricultura Familiar (Sepaf), Secretaria de Fazenda (Sefaz), Superintendência de Gestão da Informação (SGI) com auxílio do Sindicato das Indústrias de Frios, Carnes e Derivados de Mato Grosso do Sul (Sicadems), reuniu na última semana, representantes das indústrias frigoríficas para discutir detalhes e alinhar os sistemas de informática para relançamento do subprograma Proape/Precoce MS.

Dando seguimento ao cronograma que culminará no relançamento do Precoce MS, no início do próximo mês, técnicos das secretarias de Produção e de Finanças, juntamente com a equipe da SGI, abriram oficialmente as inscrições para credenciamento das indústrias frigoríficas e no intuito de dirimirem quaisquer dúvidas sobre os requisitos, bem como a forma como se dará a troca de informações entre eles. Na oportunidade, fizeram a apresentação do sistema do programa e discutiram formas de integração do mesmo.

O secretario estadual de Produção e Agricultura Familiar, Fernando Mendes Lamas, participou do encontro e observou que o programa deve ser encarado como um ‘início’ para a evolução da pecuária do Estado e não como o ‘fim’. Fernando destacou a importância da parceria com a Sicadems, e o empenho das equipes das secretarias e SGI, na busca por soluções, e os esforços no cumprimento do cronograma, que segue dentro do que foi previsto.

A diretora regional de sanidade animal da Superintendência Federal de Agricultura (SFA-MS), Juliana Fernandes, comentou como se dará a participação do Ministério da Agricultura e Abastecimento (MAPA), a partir da nova versão do subprograma, esclarecendo que continuará colaborando com a execução, porém, através do trabalho de auditoria.

Compromisso

O auditor fiscal da secretaria de Fazenda do Estado, Cleverton Messias Miotto Corazza, comentou que estão entre as preocupações do Estado, quando da reformulação, que o produtor não seja penalizado por eventuais erros paralelos do programa; que o frigorífico tenha condições de se comunicar com eficiência com o Estado e este tenha acesso ao mínimo de dados que garanta transparência e segurança a todos os participantes.

Para o presidente do Sicadems (Sindicato das Indústrias de Frios, Carnes e Derivados de Mato Grosso do Sul), Ivo Cescon Scarcelli, o comportamento do governador Reinaldo Azambuja, que ao decidir pela reformulação, reuniu as instituições para discutirem juntos em que termos elas se dariam, mostra sua disposição em continuar incentivando a atividade, com zelo, respeito e transparência.

“O que observo é a boa vontade, dos técnicos, dos secretários, do governo como um todo, em dirimir as duvidas, e de nós enquanto indústria, em alinhar as ações e deixar o programa o mais acessível e transparente para todos, E isso nos deixa extremamente satisfeitos”, completou.

Cadastramento

Com a nova reformulação, novas exigências são acrescentadas e o cadastramento de profissionais que atuarão como responsáveis técnicos das propriedades, bem como dos produtores e das empresas independentes que atuarão na classificação se fazem necessárias e já estão abertas, podendo ser realizadas pela internet, no endereço http://www.precoce.sepaf.ms.gov.br/ onde também está disponível um manual com todas as instruções para a participação no programa.

Deixe seu Comentário

TV MS

20 de Dezembro de 2016
Entrevista- Com Jean Guilherme

Últimas Notícias

Ver Mais Notícias
MS Notícias - Sua Refência em Jornalismo no MSRua Rodolfo Andrade Pinho, 634
CEP 79090.050 - Vila Taveirópolis
Campo Grande/MS
 (67) 3305.4739
Editorias
Institucional
Mídias Sociais
© MS Notícias. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvimento Plataforma