IPTU 2019
China
quinta, 13 de dezembro de 2018

Cultura

Em trinta dias de exposição Festival de Artes Plásticas recebeu mais de 4 mil visitantes

Até Europeus estiveram na exposição

Por: Tero Queiroz05/11/2018 às 11:21
ComentarCompartilhar
Festival ficou aberto a visitação durante todo o mês de outubroFestival ficou aberto a visitação durante todo o mês de outubroFoto: André Lopes

Durante todo o mês de outubro o público campo-grandense e até quem visitava a cidade pôde apreciar o que há de melhor nas artes plásticas sul-mato-grossense. Mais de 500 obras ficaram expostas no Armazém Cultural na 2ª edição do Festival de Artes Plásticas de Campo Grande. O evento contou com recurso do FMIC (Fundo Municipal de Investimento Cultual), advindo da Prefeitura Municipal de Campo Grande.

Ao todo, 160 artistas visitaram a exposição, a maior parte moradores de Campo Grande, mas teve visitantes até de outros países. “Veio gente aqui do Paraguai, Bolívia, até pessoal da Europa que estava visitando a cidade. Foi uma oportunidade muito boa de mostrar o que está sendo produzido aqui em nossa cidade”, afirmou o idealizador da mostra, Wenceslau Oliveira.

Esculturas do artista plástico Joni Lima que ganharam como melhor conjunto de obras. Foto: André Lopes. 

A exposição foi dividida em 6 categorias, dentre elas: pintura gravura, escultura, fotografia, desenho e instalação. Uma curadoria avaliou todos os trabalhos e escolheu os três melhores de cada uma. Foram levados em conta a criação, qualidade técnica e valor cultural. O primeiro colocado recebeu R$ 4 mil, o segundo R$ 2.500 e o terceiro R$ 1.500. A premiação foi a mesma para todas as categorias.

161 artistas plásticos participaram expondo suas obras no festival. Foto: André Lopes. 

Foram contemplados na categoria pintura: Cecilio Vera, com a obra Desmatamento no Cerrado I; Patricia Helney, com a obra Cordão São João; e Diana Cher, com obra sem título. Na categoria escultura: Aldo Torres, com a obra Flor de Maracujá; Alexandra Camillo, com a obra Na Janela; e Sonia Correa, com a obra Catadora de Emoções. Na categoria fotografia: Mariana Arndt, com a obra Libre por Siempre; Wagner Thomaz, com a obra Horizonte C; e Leiliane Assis, com a obra Fuga. Na categoria desenho: Angela Miracema, com a obra Naacoli (Caminhos); Jó Aquino, com a obra Figura Cênica 01; e Lucas Braz, com a obra Entrelinhas 87. O melhor conjunto de obra ficou com Joni Lima.

Outros 20 artistas foram premiados com R$ 700. São eles: Alan Davi, Alan Vilar, América Cardinal, Anelise Godoy, Bravo, Carol Jordão, Galvão Preto, Isac Saraiva, Lúcia Ribeiro, Marcia Albuquerque, Marilena Grolli, Nilson Escultor, Poppy Carpio, Raquel, Roberto Higa, Rodrigo, Rose Moura, Sara Cayres, Thais Galbiati e Xodó.

Os ganhadores de todas as categorias do festival. Foto: André Lopes. 

Durante solenidade no último dia o artista plástico Jackson Cruz foi anunciado como o ganhador do prêmio do júri popular, tendo sido votado por mais de 2 mil pessoas que visitaram o festival.

Ele ficou muito animado com o prêmio. “É gratificante ter essa votação tão expressiva, ainda mais com tantas obras de artistas novos e renomados concorrendo comigo. Nunca tinha exposto nada e na primeira vez já ganho um prêmio, fiquei muito feliz”, afirmou.

Para Wenceslau foi muito importante tanto o grande número de artistas inscritos, quanto o grande número de visitantes. “Essa procura pelas artes plásticas de nossa cidade nos dá força para que façamos uma terceira edição. Logo vamos realiza-la e vamos até acrescentar categoria”, finaliza.

Deixe seu Comentário

TV MS

04 de novembro de 2018
Entrevista - Alessandra Maestrine e Mirna Rubim falam sobre o espetáculo 'O Som e a Sílaba'

Últimas Notícias

Ver Mais Notícias
MS Notícias - Sua Refência em Jornalismo no MSRua Rodolfo Andrade Pinho, 634
CEP 79090.050 - Vila Taveirópolis
Campo Grande/MS
 (67) 3305.4739
Editorias
Institucional
Mídias Sociais
© MS Notícias. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvimento Plataforma