TIC TAC
sexta, 20 de julho de 2018

Agenda cultural

Mostrando que palhaçaria é para todos, Pantalhaços terá atrações por uma semana na Capital

"Esta é a 6ª edição do festival, que acontece do dia 19 a 25 de julho"

Por: Tero Queiroz13/07/2018 às 10:58
ComentarCompartilhar
Foto: Divulgação/Assessoria

Ele é o ser mais nobre do circo, que se expõe ao ridículo para todos rirem. Na Pantalhaços - Mostra de Palhaços do Pantanal, o palhaço sai do picadeiro e ganha as ruas e teatros de Campo Grande, se tornando o protagonista dos mais diversos espetáculos e oficinas que tomarão a cidade por uma semana.

Esta é a 6ª edição do festival, que acontece do dia 19 a 25 de julho e é realizado pelo Circo do Mato em conjunto com a cia. Flor e Espinho Teatro. O evento conta com recurso do FMIC (Fundo Municipal de Investimentos Culturais).

A Pantalhaços retorna para inserir Campo Grande no circuito internacional dos festivais de palhaçaria, sendo uma iniciativa de consolidação da arte do palhaço. "A cidade ganha mais alegria, mais diversidade cultural, além de configurar para a sociedade como um todo numa oportunidade de verem grandes mestres de renome internacional", aponta Anderson Lima, um dos organizadores do evento e diretor da cia. Flor e Espinho Teatro.

Foto: Vaca Azul 

Diversos lugares de Campo Grande, como a Comunidade Tia Eva, Orla Morena, Ceinf, Teatro Prosa e espaço de grupos locais, receberão espetáculos de artistas locais, de outros estados e até de outros países.

Se apresentam: a Aplausos Cia Teatral, Palhaço Dentinho, Palhaço Challito e Top Circo, de MS; Palhaço Purunga, de SP; Turma do Biribinha, de AL; João Carlos Artigos, do RJ; Dona Zefinha, do CE; Clara López do Uruguai, Pepe Nuñez, da Espanha; Mauro Cosenza, do Uruguai; e Chacovachi, da Argentina; (confira toda a programação abaixo).

Alguns dos artistas que se apresentarão foram convidados por serem grandes mestres da palhaçaria, como Biribinha, Pepe Nuñes e Chacovachi, mas a maioria foi selecionada através de edital. "Nós abrimos a seleção para encontrar espetáculos de fora que não conhecemos. Foram muitas inscrições, o que nos deixou muito felizes, mas não podemos escolher todos e selecionamos, os que acreditamos serem os mais bacanas para virem neste momento", afirma Mauro Guimarães, presidente do Circo do Mato, palhaço e também idealizador da mostra.

Intercâmbio

Foto: Larissa Pulchério, tiradas no lançamento da Pantalhaços na Praça Bolívia no domingo (08/07).

Os idealizadores acreditam que o intercâmbio que acontece com a realização da Pantalhaços é importante tanto para os artistas locais, quanto para o público, já que oportuniza a troca de conhecimento e experiência, além de trazer reconhecimento à arte da palhaçaria, assegurando à população a democratização do acesso à arte circense, com o intuito de garantir a ampliação do público e possibilitar o surgimento de novas plateias.

"Acreditamos muito em troca, assim ganham os artistas que estão vindo, os artistas da cidade, quem for assistir e até nós que estamos organizando a mostra", frisa Mauro. "Precisamos estar atentos ao que está sendo produzido por aí, estar em diálogo constante com a produção mundial", completa Anderson.

E não são só artistas que trabalham com o circo ou palhaçaria o foco dos espetáculos e oficinas. Há apresentações voltadas para dança, música e teatro. "Esta é uma ação que beneficia a todos. O currículo dos profissionais que vêm para a mostra é extenso, eles são fantásticos", reflete Mauro.

Durante as apresentações do festival haverá a venda de quatro bonecos dos palhaços Chacovachi, Biribinha, Tetéia e um palhaço tradicional, com a camiseta da mostra. Eles custam R$ 30 e são feitos manualmente pelo artesão e bonequeiro Jorge de Barros e pela atriz e arte-educadora Tauanne Gazoso, da Guavira Confecções.

Oficinas

Foto; Divulgação Assessoria 

Durante o evento ainda acontecem duas oficinas, com os artistas Pepe Nuñez, da Espanha, que ministrará a "Iniciação à Arte do Palhaço", de 20 a 22 de julho, e Chacovachi, da Argentina, que ministrará o "Manual e Guia Del Payaso de Rua", nos dias 24 e 25 de julho.

As inscrições para participar das oficinas foram abertas nesta quinta-feira (12) e seguem até quarta-feira (18). Para quem mora em Campo Grande as inscrições devem ser feitas na sede do Circo do Mato, entre 15h e 19h. Os que moram fora devem mandar e-mail para oficinacircodomato@gmail.com , com o assunto: OFICINA PEPE ou OFICINA CHACOVACHI. A taxa de inscrição para cada oficina é de R$ 20.

No dia 22 de julho acontece uma aula espetáculo gratuita com o palhaço Biribinha, às 19h na Orla Morena. Para as oficinas as vagas são limitadas, para a aula espetáculo são ilimitadas e abertas ao público em geral.

O Circo do Mato fica na rua Tonico de Carvalho, 263, Amambaí.

Mais informações no blog da Pantalhaços através do link: http://pantalhacos.blogspot.com/

E para maior alegria da criançada, os artistas Jorge de Barros e Tauanne Gazoso estarão homenageando palhaços e palhaças com bonecos confeccionados exclusivamente para a Pantalhaços, os bonecos estarão à venda nos locais das apresentações a preços acessíveis.

Deixe seu Comentário

TV MS

09 de julho de 2018
O difícil resgate dos meninos presos em caverna na Tailândia

Últimas Notícias

Ver Mais Notícias
MS Notícias - Sua Refência em Jornalismo no MSRua Rodolfo Andrade Pinho, 634
CEP 79090.050 - Vila Taveirópolis
Campo Grande/MS
 (67) 3305.4739
Editorias
Institucional
Mídias Sociais
© MS Notícias. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvimento Plataforma