DENGUE
Quinta, 23 de Março de 2017

Coronel da PM destaca, em livro, importância do amor e respeito para bom convívio social

Por: Fernanda Müller23/11/2015 às 14:58
ComentarCompartilhar

O Coronel da Polícia Militar, Paulo Rogério de Carvalho Silva, lança nesta sexta-feira (27) o livro “Para hoje - Reflexões de todos os momentos”, que trata de temas do cotidiano que afetam vida de todos nós. O livro reúne textos do autor e comentários de seus leitores que assiduamente o acompanham no Facebook. A obra possui 144 textos. Cada um com um comentário de um leitor. Entre leitores, existem até pessoas de outros estados e também dos Estados Unidos. O livro foi organizado pela jornalista Fabiana Silvestre e tem prefácio da jornalista Cláudia Gaigher.

Para conhecer melhor este trabalho, o MS Notícias conversou com Coronel Rogério que concedeu entrevista exclusiva à nossa equipe. Confira!

MS Notícias: Como surgiu ideia de escrever livro?

Cel. Rogério –  “Este é meu terceiro livro, escrevo desde os 12 anos. Os dois livros anteriores são livros didáticos que abordam temas sobre trânsito. Eu escrevo na rede social há mais de cinco anos, mas na verdade desde criança eu venho escrevendo textos, poesias, entre outras coisas. Quando minha esposa Márcia Shiad, falou: “Vamos montar um livro”, eu disse: “Podemos até montar desde que a gente faça uma doação para uma entidade então quando eu fiz esse livro aqui em que 30% das vendas será destinada à ecoterapia. O livro tem o prefácio produzido pela jornalista Claudia Gaigher, e a jornalista Fabiana Silvestre montou toda diagramação, edição, organização do livro. Todos os dias eu faço um texto, que trata de situações que eu observo, por exemplo, estou passando com o carro e observo. Vejo algo que precisa ser mudado. É a sensibilidade.”

MS Notícias: Como é seu processo de criação? Como o livro foi organizado?

Cel Rogério - Dentro desse trabalho, existem pelo menos entre 40 e 45 pessoas de vários estados e do exterior que foram fazendo comentários sobre cada texto que eu ia postando no Facebook. Então, reunimos todo esse material e fizemos uma triagem.  A ideia dos meus textos  é despertar a sensibilidade das pessoas. Na nossa atividade policial você atende todos os tipos de ocorrências, homicídios, lesões, mas você não pode perder a sensibilidade humana. A ideia central é você fazer com que as pessoas percebam que a razão que nós temos diferente dos animais nos permite criar uma sensibilidade e aguçar a nossa vontade de fazer o melhor. Eu costumo usar os comentários que deixam no meu Facebook como fonte de inspiração para textos. Curioso é que se eu deixo de publicar um dia, tem pessoas que sentem falta, perguntam o que aconteceu, se eu fiquei doente. Você cria uma comunicação independente de se conhecer pessoalmente.”

MS Notícias: O livro trata de valores e sentimentos do dia a dia, em especial da importância de boas atitudes. Como o senhor encara sociedade atual e a maneira como pessoas se relacionam?

Cel Rogério - Eu sempre utilizo a palavra ARCA. “Atitude Real de Carinho e Amor". Se as pessoas começarem a fazer o bem sem pedir nada em troca a gente vai começar a melhorar a nossa sociedade. A partir do momento que eu faço uma troca, a partir do momento que eu faço uma barganha, eu estou vendendo na verdade, e ninguém está ganhando nada com isso. A gente precisa aflorar mais esses sentimentos de fazer o bem a alguém sem pedir nada em troca. De você cumprir com seu papel dentro da sociedade, você como jornalista, eu como policial, atendendo a qualquer pessoa, fazendo aquilo que você gostaria que fizessem por você.”

MS Notícias: Religião. Como senhor enxerga sociedade de hoje em relação à escolha religiosa das pessoas e aos casos de violência e preconceito que muitas vezes envolvem tema?

Cel Rogério – “O que importa no final é o amor. Todas as religiões são importantes, sem exceção. Assim como todas precisam ser respeitados. Por outro lado, além de respeitar é preciso exercer o que está falando, o que muitas vezes não acontece.

MS Notícias: A perda da sua mãe precocemente despertou em você sensibilidade aguçada? Mudou sua maneira de encarar vida?

Cel Rogério – “Com certeza, eu era criança (7 anos), não tinha noção do que era morte e minha mãe faleceu no Dia das Mães. Eu iria entregar cartão para ela, e naquela época a morte era o acontecimento na cidade, diferente de hoje, foi marcante. Mas, não é porque você perde alguém que o mundo acaba, você precisa seguir em frente e fazer o que acredita.”

MS Notícias: Como surgiu vontade de iniciar carreira da Polícia Militar? Fazer bem ao próximo foi alvo que lhe motivou?

Cel Rogério – “Sim. Eu sempre atuei na Polícia Militar fazendo isso. Ajudando a instituição, os nossos policiais e a sociedade. Quando era comandante do trânsito eu criei o “PARA” (Plano de Ação para Redução de Acidentes), em 2004 e conseguimos reduzir em mil o número de acidentes com gastos mínimos. Fazendo trabalho de inclusão social.

Se você se interessou pelo livro “Para hoje - Reflexões de todos os momentos”, anota na agenda. Nesta sexta-feira (26), às 19 horas, a obra será lançada no restaurante Recanto das Ervas. Lembrando que 30% do valor arrecadado com venda será destinado ao Centro de Equoterapia da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul.

Restaurante Recanto das Ervas fica na Rua R. 13 de Junho, 1592 - Centro

Deixe seu Comentário

TV MS

07 de Março de 2017
ENTREVISTA COM LARISSA E MARIANA

Últimas Notícias

Ver Mais Notícias
MS Notícias - Sua Refência em Jornalismo no MSRua Rodolfo Andrade Pinho, 634
CEP 79090.050 - Vila Taveirópolis
Campo Grande/MS
 (67) 3305.4739
Editorias
Institucional
Mídias Sociais
© MS Notícias. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvimento Plataforma