MS Notícias - Sua Refência em Jornalismo no MS

tera, 19 de novembro de 2019

Munição

Polícia estoura em Mato Grosso do Sul fábrica de munição que poderia abastecer PCC

No local foram apreendidos projéteis de vários calibres, inclusive para fuzil e .50

Por: Midiamax08/11/2019 às 15:33
ComentarCompartilhar
TCE EAD

A Polícia Militar desmontou na madrugada desta sexta-feira (08), em Três Lagoas, a 338 quilômetros de Campo Grande, fábrica clandestina de munições. No local foram apreendidos mais de mil projéteis e estojos (cápsulas) de calibres 22, 38, .40, 380 e até mesmo de fuzil 762 e de .50. Devido ao volume, a produção poderia ser fonte de abastecimento para facções criminosas como o Primeiro Comando da Capital (PCC).

Conforme divulgado pela PM, por volta das 23h50 de quinta-feira equipes foram acionadas em razão de uma briga ocorrida em frente a um estabelecimento na Avenida Filinto Müller, onde um dos homens sacou uma arma de fogo, ameaçou as pessoas que ali estavam e depois fugiu em uma picape Saveiro preta, acompanhado de um comparsa, sentido Avenida Clodoaldo Garcia. Dois policiais de folga que passavam pelo local tomaram conhecimento dos fatos e informaram às equipes que a Saveiro estava parada no bairro Nossa Senhora Aparecida.

Lá, um dos suspeitos entrou na casa rapidamente, voltou para o carro e saiu em alta velocidade. Os policiais então intensificaram as buscas e uma unidade da Ronda Escolar abordou a dupla na Avenida Clodoaldo Garcia, cruzamento com a Rua Maria Guilhermina Esteves. No veículo havia uma lâmina de dez centímetros. A equipe da Força Tática foi acionada e se deslocou ao endereço onde os suspeitos haviam parado inicialmente.

No local, foi encontrado em cima do guarda-roupas várias caixas e sacolas contendo projéteis, estojos e munições de calibres variados. Ao todo eram 1.140 projéteis, 22 munições carregadas e 1 mil estojos, além de prensas e outros dispositivos usados para carregamento das munições.

Um jovem de 23 anos que estava na casa alegou desconhecer a origem do material e disse que o responsável seria o primo, um dos abordados na Saveiro. Diante dos fatos, o rapaz da casa e a dupla que estava no carro foram presos e encaminhados à Delegacia de Polícia Civil.

“A  Polícia Militar vem realizando diversas abordagens e prisões que são frutos de denúncias anônimas, e que é muito importante que a população trabalhe em conjunto com a PM e que nenhum dos denunciantes são identificados, no caso da ocorrência desta madrugada a denúncia via 190, foi essencial para a prisão do autor que levou ao arsenal apreendido”, disse o coronel Ênio. 

Deixe seu Comentário

TV MS

19 de novembro de 2019
Recapeamento na região do Imbirussu na Capital

Últimas Notícias

Ver Mais Notícias
MS Notícias - Sua Refência em Jornalismo no MSRua Rodolfo Andrade Pinho, 634
CEP 79090.050 - Vila Taveirópolis
Campo Grande/MS
 (67) 99150.1270
Editorias
Institucional
Mídias Sociais
© MS Notícias. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvimento Plataforma