REVIVA PMCG COMPET

MS Notícias - Sua Refência em Jornalismo no MS

sexta, 06 de dezembro de 2019

EDUCAÇÃO

Prefeito diz que irá abrir uma escola municipal em cada estadual que o Governo fechar

Plano de municipalização ainda está em andamento, site divulga nomes de possíveis escolas a serem municipalizadas

Por: TERO QUEIROZ02/12/2019 às 11:54
ComentarCompartilhar
Marquinhos Trad durante coletiva de imprensa hojeMarquinhos Trad durante coletiva de imprensa hojeFoto: Reprodução/Marcos Maluf/Campo Grande News

O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), disse nessa manhã (02), que se o estado fecha escola ele abre. “Tudo que o Estado fechar, eu vou abrir”, afirmou o gestor, em relação as escolas estaduais que forem fechadas pela Secretaria de Estado de Educação (SED), sob o governo de Reinaldo Azambuja (PSDB), em Mato Grosso do Sul. 

Conforme Trad, sem dar números e nem nomes, ele reabrirá cada escola fechada junto a Rede Municipal de Ensino (Reme). 

A declaração foi feita hoje na Praça Ary Coelho, durante a apresentação do Plano de Segurança da Guarda Municipal para o Centro no fim de ano.

Ainda segundo o prefeito, ele não questionaria os motivos do governador de fechar as escolas estaduais, mas iria solicitar os prédios, para reabrir escolas municipais ainda em 2020.

De acordo com a programação do plano de municipalização, pensado junto a Secretaria Municipal de Educação (Semed), no ano seguinte seriam divulgados os nomes das escolas inclusas nesse processo de tornar as listadas municipais, isso é, de responsabilidade de Campo Grande. Com a decisão, não haverá mais o Ensino Médio nessas escolas que se tornarem municipais. 

Pela manhã, o Campo Grande News, adiantou segundo o site, ao menos três nomes de escolas que farão parte da municipalização. A escola Advogado Demosthenes Martins, no Bairro Octávio Pécora, e a Carlos Henrique Schrader, no Jardim Flamboyant. Porém a SED não confirmou os nomes destes colégios, no entanto, segundo o site, os pais e responsáveis pelos alunos já foram comunicados da mudança.

Marquinhos afirmou ainda que quando assumiu a prefeitura, a Reme tinha 96 mil alunos e fechou 2019 com 107 mil matriculados. “A demanda está aumentando”, comentou sobre a necessidade de abrir mais escolas municipais.

Terão prioridades para as matrículas na rede estadual de ensino àqueles que forem remanejados das antigas estaduais. Os pais vão preencher uma ficha escolhendo a nova unidade e esta será encaminhada tanto ao governo estadual, como às prefeituras, para que assegurem suas respectivas vagas.

*Com informações do Campo Grande News.  

Deixe seu Comentário

TV MS

05 de dezembro de 2019
Sete bairros da Capital são beneficiados com entrega de UBS no Alves Pereira 

Últimas Notícias

Ver Mais Notícias
MS Notícias - Sua Refência em Jornalismo no MSRua Rodolfo Andrade Pinho, 634
CEP 79090.050 - Vila Taveirópolis
Campo Grande/MS
 (67) 99150.1270
Editorias
Institucional
Mídias Sociais
© MS Notícias. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvimento Plataforma