HCAA
quinta, 21 de março de 2019

Palestra

Reeducandas da Capital participam de palestra e teste rápido do vírus HIV/Aids

Por: Tatyane Santinoni08/11/2018 às 15:51
ComentarCompartilhar

Para orientar de forma eficaz sobre as infecções sexualmente transmissíveis, reeducandas do Estabelecimento Penal Feminino Irmã Irma Zorzi (EPFIIZ), na Capital, participaram de uma palestra sobre o tema e realizaram testagem do vírus HIV/Aids, nesta semana. A triagem é realizada como forma de prevenção à transmissão da doença.

A iniciativa faz parte do projeto Viva Melhor Sabendo, desenvolvido pelo Ministério da Saúde através do Instituto Brasileiro de Inovações Pró Sociedade Saudável/Centro Oeste (Ibiss/CO), numa ação conjunta com a Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) e a Subsecretaria de Política Pública LGBT.

O objetivo do trabalho é realizar a triagem para identificar o público soropositivo ao HIV, ampliando o acesso das pessoas aos serviços de referência à saúde, bem como contribuir para ações junto às populações-chaves em seus espaços de sociabilidade. Além disso, a intenção do projeto é contribuir para uma política de prevenção e enfrentamento da epidemia dessa doença no Brasil.

Durante o encontro, o palestrante Gabriel Nolasco destacou sobre a prevenção por meio de teste rápido, simples e sigiloso para que cada pessoa possa conhecer sua sorologia e, desta forma, evitar o risco de transmissão do vírus. Ao todo, 30 internas participaram da palestra.

O palestrante Gabriel Nolasco destacou sobre a prevenção por meio de teste rápido, simples e sigiloso.

Também foram abordados temas como os meios de contágio, transmissão, métodos simples de se prevenir e formas de tratamento das doenças sexualmente transmissíveis (DSTs). A palestra foi supervisionada pelo setor de Assistência Social da unidade, que é responsável por realizar um trabalho relacionado ao direito do cidadão em todas as esferas.

Para a diretora do EPFIIZ, Mari Jane Boleti Carrilho, esse trabalho é um alerta, principalmente no que se refere ao respeito, à dignidade e à inclusão social. “E incluir este tema sobre as doenças sexualmente transmissíveis é desafiador e realmente necessário”, afirma.

Presente na palestra, o subsecretário de Políticas Públicas LGBT, Frank Rossatte, ressaltou às custodiadas sobre a importância dos direitos homossexuais e citou que a principal causa do preconceito da sociedade continua sendo a homofobia.

Segundo a agente e assistente social, Cristiane Soares Camargo, a apresentação foi muito proveitosa para as internas, as quais solicitaram novas palestras com temas semelhantes, e que se estendessem a todas custodiadas, uma vez que trata da prevenção de DST’s.

Deixe seu Comentário

TV MS

14 de março de 2019
Câmeras filmam ação de assassinos no interior da Escola Estadual Raul Brasil

Últimas Notícias

Ver Mais Notícias
MS Notícias - Sua Refência em Jornalismo no MSRua Rodolfo Andrade Pinho, 634
CEP 79090.050 - Vila Taveirópolis
Campo Grande/MS
 (67) 99150.1270
Editorias
Institucional
Mídias Sociais
© MS Notícias. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvimento Plataforma