ANIVERSÁRIO DE CG PMCG BARTZ

MS Notícias - Sua Refência em Jornalismo no MS

ANIVERSÁRIO PMCG BARTZ LED
domingo, 18 de agosto de 2019

PRISÃO

Acusado de desacato, sindicalista é preso durante protesto na Afonso Pena

No momento da prisão, Marcos Tabosa, acompanhado de outros manifestantes, ocupavam o canteiro central da Avenida Afonso Pena

Por: Anahi Zurutuza e Clayton Neves13/08/2019 às 11:09
ComentarCompartilhar
Marcos Tabosa faz barulho em manifestação em frente à Prefeitura em 2016Marcos Tabosa faz barulho em manifestação em frente à Prefeitura em 2016Foto: (Foto: Fernando Antunes/Arquivo)

O presidente do Sisem (Sindicato dos Servidores Municipais de Campo Grande), Marcos Tabosa, foi preso nesta manhã enquanto protestava em frente à prefeitura da Capital. Segundo informações da assessoria de imprensa da Guarda Municipal, equipe que fazia a segurança da sede do Executivo municipal pediu que ele diminuísse o barulho, mas o sindicalista desobedeceu a ordem e desacatou os servidores.

No momento da prisão, Tabosa e outros manifestantes ocupavam o canteiro central da Avenida Afonso Pena e usavam um carro de som. Eles aguardavam a chegada da passeata dos professores da Reme (Rede Municipal de Ensino), que participam hoje de paralisação nacional, para engrossar o movimento.

“Falaram que ele estava infringindo a lei por causa da gritaria”, afirma Rosa Maria da Silva, servidora da Reme que diz ter testemunhado a prisão.

Equipe da Deops (Delegacia Especializada de Ordem Política e Social) também esteve no local. Manifestantes tentaram impedir, mas o sindicalista foi levando para a unidade.

A manifestação - No mais, o protesto foi considerado tranquilo pela PM (Polícia Militar), que contou a participação de 1 mil pessoas na passeata. Os professores saíram da ACP (Sindicato Campo-grandense dos Profissionais da Educação Pública), passaram em frente à Prefeitura, foram até a Praça do Rádio e por último para a Praça Ary Coelho.

Nos pontos de encontro, a manifestação ganhou reforço de professores da rede estadual e da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul).

“Movimento pacífico, policiamento sem alteração”, informou o 1º Batalhão da PM.

O trânsito na região ficou lento, mas também não houve grandes transtornos. Policiais do BPTran (Batalhão de Polícia Militar de Trânsito) e equipe da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) também foram enviadas ao local.

Profissionais da Educação protestam contra os cortes nos recursos para a área e reforma da Previdência, reivindicam valorização salarial da categoria e melhor estrutura de trabalho. Escolas municipais e estaduais amanheceram fechadas.

Deixe seu Comentário

TV MS

16 de agosto de 2019
Após 30 anos de espera região Norte da Capital recebe asfalto

Últimas Notícias

Ver Mais Notícias
MS Notícias - Sua Refência em Jornalismo no MSRua Rodolfo Andrade Pinho, 634
CEP 79090.050 - Vila Taveirópolis
Campo Grande/MS
 (67) 99150.1270
Editorias
Institucional
Mídias Sociais
© MS Notícias. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvimento Plataforma