PRESTAÇÃO DE CONTAS

MS Notícias - Sua Refência em Jornalismo no MS

segunda, 22 de abril de 2019

CAPITÃO REFORMADO

Filho de policial é executado à tiros de fuzil 762 em frente a casa da família

Suspeita de que alvo seria o pai

Por: TERO QUEIROZ10/04/2019 às 08:51
ComentarCompartilhar
Caminhonete destruída pelas balasCaminhonete destruída pelas balasFoto: Reprodução/Correio do Estado

Matheus Xavier, de 20 anos, foi executado com sete tiros de fuzil 762, em frente a casa da família, na rua Antônio da Silva Vendas, no Jardim Bela Vista, em Campo Grande. Os suspeitos estavam em um Volkswagen UP e surpreenderam a vítima quando o jovem tirava a caminhonete S10 da família da garagem da casa. A suspeita é de que o alvo era o pai do jovem, Paulo Roberto Teixeira Xavier, capitão reformado da Polícia Militar em Mato Grosso do Sul.  

A vítima foi socorrida pelo próprio pai e levada à Santa Casa, mas morreu no trajeto. 

O delegado Fabio Peró, titular na Delegacia Especializada de Repressão a Roubos a Bancos, Assaltos e Sequestro (Garras), disse a imprensa, que um dos suspeitos desceu do carro atirando, enquanto um comparsa permaneceu no veículo, eles fugiram na sequência. 

Em primeiro momento, haviam informações de que a família chegava na casa, mas o delegado afirmou que essa informação não procedia.  O que ocorreu foi a retirada da caminhonete da garagem, para que o pai de Matheus saísse com um Ford Ka da família, este que estava estacionado ao fundo da garagem. 

O Ford Ka era de Matheus, por isso a polícia suspeita que o alvo dos criminosos era o pai. 

“O indícios apontam para essa sentido. A camionete era do pai, o filho estava somente retirando a camionete para poder tirar o seu veículo que estava estacionado a frente. Então, pode ser que tenha ocorrido um engano na execução”, explicou Peró.

O capitão reformado estava abalado, não conseguiu indicar um suspeito à polícia.

Em frente a casa foram encontradas sete cápsulas de fuzil, porém a polícia acredita que foram efetuados mais disparos. A caminhonete ficou toda perfurada pelas balas, o pai foi com a mesma caminhonete para o hospital. 

As câmeras de segurança da casa da vítima não estavam funcionando e também vizinhos estavam com defeitos nas câmeras de monitoramento, o que pode dificultar a identificação dos suspeitos. 

Além da Polícia Civil, Militares do Batalhão de Choque da Polícia Militar estiveram em busca dos suspeitos. 

CONDENADO 

Paulo Roberto Teixeira Xavier foi preso em 2009, durante Operação Las Vegas, realizada pela Polícia Federal e Polícia Militar. A ação foi resultado de investigação sobre jogatina, com exploração de caça-níquéis em Mato Grosso do Sul, com ramificações na Bolívia. Acabou condenado a 7 anos de prisão regime fechado por falsidade ideológica, por manter um estabelecimento comercial, o que é proibido para oficial e corrupção passiva.

Em 2011 ele conseguiu Habeas Corpus no Supremo Tribunal Federal (STF) e 4 anos depois foi preso no Maranhão, por porte ilegal de armas. Em 2017 ele acabou reformado pela PM.

Deixe seu Comentário

TV MS

03 de abril de 2019
Revoada de balões em alusão ao Dia Mundial de consciencização ao autismo

Últimas Notícias

Ver Mais Notícias
MS Notícias - Sua Refência em Jornalismo no MSRua Rodolfo Andrade Pinho, 634
CEP 79090.050 - Vila Taveirópolis
Campo Grande/MS
 (67) 99150.1270
Editorias
Institucional
Mídias Sociais
© MS Notícias. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvimento Plataforma