Banner Cassems
sábado, 23 de fevereiro de 2019

VILA PLANALTO

Grupo que vendia drogas em baladas é preso em "QG" do crime

?Suspeitos de serem os fornecedores às mais importantes destas da Capital

Por: REDAÇÃO09/02/2019 às 09:57
ComentarCompartilhar
Irmãos presos nessa sexta-feiraIrmãos presos nessa sexta-feiraFoto: Divulgação / Denar

Investigações da Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico) resultaram na prisão de três traficantes responsáveis pela distribuição de drogas sintéticas em festas eletrônicas em Campo Grande. 

Em abordagem, na noite da quinta-feira, dia 07 de fevereiro, os policiais desativaram até um “QG” na região da Vila Planalto onde eram preparadas as drogas, que em seguida eram distribuídas nos eventos. O caso foi divulgado ontem. 

No "Quartel General do Crime", foi preso Melvis Salustiano dos Santos, de 25 anos, que nos últimos dias já estava sendo monitorado pelos investigadores. O imóvel era usado como depósito, onde o traficante mantinha toda a estrutura necessária para o fracionamento e produção de haxixe. O produto tem grande concentração de THC e é de alto valor para a venda.

Na operração, foram apreendidos ainda seladoras de embalagens plásticas a vácuo, balanças de precisão, 7,4 quilos de maconha, 72 porções já fracionadas e embaladas de haxixe, além de 80 comprimidos de ecstasy.

O grupo também seria responsável pelo fornecimento de seda, para produção de cigarros de maconha e até chaveiros em formato da folha da droga, usado para identificar os seus clientes.

Melvis confessou aos policiais que havia alugado o imóvel exclusivamente para servir de depósito e preparo da droga.

Já ontem, sexta-feira (08), foram presos dois irmãos, de 20 e 21 anos, também suspeitos de fornecer drogas em festas. Com a dupla foram encontrados 68 comprimidos de ecstasy e 03 pacotes de MDMA (metilenodioximetanfetamina), que pesaram 26 gramas.

Um dos irmãos contou aos investigadores que planejava entregar as drogas para uma outra pessoa a pedido do irmão, de 21 anos, conhecido como “nego bala”.

No entanto, “nego bala” contou que apenas guardava a droga para um desconhecido que conheceu em festas rave, e que morava no Rio de Janeiro. Eles foram autuados em flagrante na Denar por associação para o tráfico e, assim como Melvis, também por tráfico de drogas. Os irmãos passaram por audiência de custódia na próxima segunda-feira (11).

Deixe seu Comentário

TV MS

04 de novembro de 2018
Entrevista - Alessandra Maestrine e Mirna Rubim falam sobre o espetáculo 'O Som e a Sílaba'

Últimas Notícias

Ver Mais Notícias
MS Notícias - Sua Refência em Jornalismo no MSRua Rodolfo Andrade Pinho, 634
CEP 79090.050 - Vila Taveirópolis
Campo Grande/MS
 (67) 3305.4739
Editorias
Institucional
Mídias Sociais
© MS Notícias. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvimento Plataforma