China
sexta, 19 de outubro de 2018

Três Lagoas

Laudo de sogra acusada de envenenar genro aponta problema mental

Resultado foi concluído nesta semana e entregue no 3º DP

Por: Correio do Estado14/06/2018 às 15:57
ComentarCompartilhar
Foto: JPNEWS

Foi divulgado no início da semana, o resultado do exame psicológico de uma mulher de 62 anos, suspeita de ter envenenado a refeição do genro, de 42 anos, em março deste ano, na vila dos Operários, em Três Lagoas. No relatório fornecido pela equipe médica foi concluído que a mulher apresenta traços de distúrbio mental. 

O laudo médico foi solicitado pelo delegado responsável pelo caso, Alessandro Copibianco, já que a vítima foi internada, pois ingeriu uma porção da comida e desconfiado do sabor amargo, entregou para os cachorros da casa. Os três animais morreram e por isso, também foi pedido laudo pericial para identificar a causa da morte. 

Conforme apurado pela reportagem do JP News, o caso é tratado como segredo de Justiça, por se tratar de uma tentativa de homicídio. Na ocasião, a sogra não foi presa, mas em sua residência foram encontradas evidências de utilização de veneno para ratos. 

Segundo Capobianco, faltam apenas os resultados dos laudos toxicológicos do homem e dos cães, que foram encaminhados para Campo Grande. Assim que chegarem na delegacia, o inquérito será finalizado e encaminhado para o Ministério Público. 

SOBRE O CASO

O genro foi almoçar na casa da sogra no dia 18 de março e teria recebido um prato com o alimento (feijoada). A vítima contou aos policiais que ao mastigar um pedaço de linguiça calabresa sentiu que estava muito amargo e então cuspiu. Ao morder outra porção sentiu que o sabor permanecia e parou de ingerir. 

O homem alegou que ficou desconfiado e pediu ao enteado que fosse comprar um litro de leite para que tomasse e colocou a comida para os três cachorros da residência comerem. Os animais começaram a passar mal e morreram em seguida e a vítima então ligou ao Samu pedindo socorro.

Na versão do genro, ele nunca teve desentendimento com a sogra e sempre a tratou bem, fato confirmado pela esposa que é filha da suspeita. No entanto, disse que a mãe sempre demonstrou certo ressentimento pelo companheiro, depois que foram morar juntos. 

Os policiais também questionaram a sogra que negou ter colocado veneno ou algo diferente nos ingredientes que utilizou para preparar a feijoada, reforçando que não tinha nada contra o genro. 

*Com informações do JP News

Deixe seu Comentário
Grupo de Teatro em Campo Grande - MShttps://www.facebook.com/grupoteatralfaltaum/

TV MS

02 de outubro de 2018
Veja como é o ano eleitoral para o tráfico

Últimas Notícias

Ver Mais Notícias
MS Notícias - Sua Refência em Jornalismo no MSRua Rodolfo Andrade Pinho, 634
CEP 79090.050 - Vila Taveirópolis
Campo Grande/MS
 (67) 3305.4739
Editorias
Institucional
Mídias Sociais
© MS Notícias. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvimento Plataforma