MS Notícias - Sua Refência em Jornalismo no MS

Prefeitura
segunda, 20 de maio de 2019

MUNDO

Acompanhe em tempo real a situação da guerra civil na Venezuela

País vive dia de tensão após Guaidó e Maduro convocarem apoiadores às ruas

Por: FOLHA DE S.PAULO30/04/2019 às 12:28
ComentarCompartilhar
Foto: Carlos Garcia Rawlins/Reuters

Na madrugada desta terça-feira (30), os líderes opositores Juan Guaidó e Leopoldo López deram início à uma ação para tentar derrubar o regime de Nicolás Maduro.

López, que estava em prisão domiciliar, foi para a rua ao lado de Guaidó. Ambos se dirigiram para a base aérea de La Carlota, em Caracas, onde anunciaram o apoio de militares dissidentes e convocaram a população a se juntar a eles.

Maduro, no entanto, disse que as Forças Armadas do país seguem leais a ele, e convocou uma manifestação popular em apoio a seu governo.

13h55. 30.abr- Secretário-geral da ONU diz estar pronto para mediar crise na Venezuela

O secretário-geral da ONU, o português Antonio Guterres, está pronto para ajudar na mediação da crise na Venezuela, afirmou nesta terça (30) seu porta-voz, Stephane Dujarric.

Mas isso só ocorrerá, disse ele, caso a participação de Guterres seja requisitada tanto pelo governo quanto pela oposição.

Dujarric também disse que os dois lados devem ter calma neste momento. "O secretário-geral insta todos os lados a exercerem a máxima moderação e apela a as partes envolvidas que que evitem qualquer violência" e tomem medidas imediatas para restaurar a calma", afirmou a jornalistas em Nova York.

13h33. 30.abr - Opositor deixou prisão domiciliar tranquilamente com agentes do serviço secreto, diz vigia

O segurança José Pedroso, 58, que vigia uma das residências do bairro Palos Grandes, em Caracas, testemunhou o momento em que o opositor Leopoldo López deixou a prisão domiciliar para se juntar a Juan Guaidó na base aérea de La Carlota.

Segundo ele, López saiu de casa com os mesmos oficiais do Sebin, o serviço secreto venezuelano, que o vigiavam. "Saiu normalmente, sem mala, nem nada. Só deixou aí o carro", disse à Folha, apontando para a caminhoneta branca estacionada, travando a entrada de possíveis intrusos. López estava em prisão domiciliar desde 6 de agosto de 2017, cumprindo pena de quase 14 anos, acusado de incitar a violência em 2014.

Segundo o opositor, ele foi "liberado por militares à ordem da Constituição e do presidente Guaidó". A mulher de López, Lilian Tintori, foi para Miami com os filhos. Nos EUA também estão Fabiana Rosales, mulher de Guaidó, e a filha do casal. (SYLVIA COLOMBO). 


13h07. 30.abr - Siga os fatos mais recentes da situação na Venezuela

Brasil vê adesão militar maior e risco de guerra civil em Caracas

Integrantes da cúpula militar brasileira e diplomatas especializados em Venezuela se disseram surpresos pela rapidez da escalada da crise na ditadura de Nicolás Maduro e já não descartam o risco de uma guerra civil no país vizinho.

Segundo a Folha apurou com diplomatas, o ponto de inflexão foi a maior adesão de militares de patentes baixa e intermediária ao grupo do presidente da Assembleia Nacional, Juan Guaidó, que é reconhecido como líder interino do país por países como o Brasil e os Estados Unidos. (IGOR GIELOW)

Leia mais aqui.

13h03. 30.abr - Rússia acusa oposição venezuelana de recorrer à violência

Um dos principais aliados do ditador Nicolás Maduro, o governo da Rússia criticou nesta terça a oposição venezuelana e pediu que os dois lados sentem para negociar uma saída para a crise no país.

"A oposição radical na Venezuela retornou mais uma vez aos métodos violentos de confronto", disse o ministro de Relações Exteriores da Rússia, Serguei Lavrov.

"Em vez de resolver suas diferenças políticas pacificamente, eles decidiram incentivar o conflito e provocar a quebra da ordem pública e enfrentamento com as Forças Armadas", afirmou ele.

Blindado da Guarda Nacional passa por cima de manifestantes em Caracas

Um veículo blindado da Guarda Nacional, do regime de Maduro, atropelou e passou por cima de manifestantes da oposição em Caracas, mostraram imagens de TV.

Os manifestantes protestavam perto de uma base militar e atiravam paus e pedras contra os veículos. Não há informações sobre feridos.

12h57. 30.abr

Boa tarde. Acompanhamos a partir de agora, em tempo real, as últimas informações sobre o dia de confrontos na Venezuela.

 

Deixe seu Comentário

TV MS

05 de maio de 2019
OBRAS NA ERNESTO GEISEL EM CAMPO GRANDE E ENTREGA DE AMBULÂNCIAS

Últimas Notícias

Ver Mais Notícias
MS Notícias - Sua Refência em Jornalismo no MSRua Rodolfo Andrade Pinho, 634
CEP 79090.050 - Vila Taveirópolis
Campo Grande/MS
 (67) 99150.1270
Editorias
Institucional
Mídias Sociais
© MS Notícias. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvimento Plataforma