SEBRAE TIS

MS Notícias - Sua Refência em Jornalismo no MS

ASSEMBLEIA CONQUISTAS
quinta, 12 de dezembro de 2019

Vereador Profº. João Rocha

Após cobrança do Professor João Rocha, pedágios da BR-163 terão redução média de 53,94%

28/11/2019 às 15:19
ComentarCompartilhar

O preço do pedágio nas nove praças de cobrança da BR-163, em Mato Grosso do Sul, terá uma redução média de 53,94% a partir do próximo sábado (30). A decisão da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira (27), leva em conta o descumprimento do contrato de concessão por parte da CCR MSVia, que vem sendo cobrado pelo vereador Prof. João Rocha desde 2017.

“Estamos pagando por um serviço que não estamos recebendo. O pedágio é caro, mas é para ser investido em novos trechos de duplicação. Vidas continuam sendo perdidas e vários acidentes seguem acontecendo. Queremos a duplicação completa da via, pois ela é importante não apenas para a logística do Estado, mas para a segurança dos motoristas. A população não pode ser penalizada”, disse o parlamentar.

Em setembro deste ano, a agência que regula os transportes terrestres no Brasil já havia recomendado a redução dos valores, no entanto, sem justificativa, protelou a aplicação da medida. A CCR MSVia, que administra o trecho em Mato Grosso do Sul, tentou fazer com que essa redução fosse aplicada durante os próximos 25 anos, período que ainda fata para encerrar a concessão, mas sem sucesso.

Desde o início da concessão, assinada em 12 de março de 2014, apenas pouco mais de 150 dos 845 quilômetros da rodovia foram duplicados pela CCR MSVia. A empresa, por outro lado, alega que o Governo Federal deixou de repassar empréstimos previstos na concessão, o que inviabilizou as obras.

Longa luta - A Câmara tem buscado, desde 2017, interlocução com a empresa. Uma audiência pública foi realizada na Casa de Leis com vereadores de diversas cidades que margeiam a BR-163. Eles pediam a retomada dos trabalhos de duplicação ou, pelo menos, a suspensão da cobrança do pedágio caso as obras não fossem retomadas. 

As reivindicações foram levadas até o MPF (Ministério Público Federal) com pedido de reavaliação da cobrança do pedágio, já que, à época, as obras estavam paralisadas.

A CCR MSVia tem como obrigação contratual duplicar os 845 quilômetros da BR-163 em 5 anos. Até agora, no entanto, foram duplicados exatos 150,4 km, o que representa 17,7% do total.

A BR-163 tem 845,4 quilômetros de extensão e cruza todo o Mato Grosso do Sul, desde a divisa com o Paraná, ao Sul, na cidade de Mundo Novo, até a divisa com Mato Grosso, ao Norte, na cidade de Sonora. A rodovia passa por 21 municípios, entre eles a capital, Campo Grande, e serve a mais de 1,3 milhão de habitantes.

Deixe seu Comentário

TV MS

05 de dezembro de 2019
Sete bairros da Capital são beneficiados com entrega de UBS no Alves Pereira 

Últimas Notícias

Ver Mais Notícias
MS Notícias - Sua Refência em Jornalismo no MSRua Rodolfo Andrade Pinho, 634
CEP 79090.050 - Vila Taveirópolis
Campo Grande/MS
 (67) 99150.1270
Editorias
Institucional
Mídias Sociais
© MS Notícias. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvimento Plataforma