COPA DOS SERVIDORES

MS Notícias - Sua Refência em Jornalismo no MS

domingo, 15 de setembro de 2019

"AREJADA"

Bolsonarista cotado para assumir a PF já foi acusado de tortura

O delegado federal e atual secretário de segurança do Distrito Federal, Anderson Gustavo Torres, já respondeu a um processo

Por: BRASIL 24705/09/2019 às 12:05
ComentarCompartilhar
Jair Bolsonaro durante encontro com o Secretário de Segurança Pública do DF, Anderson Gustavo TorresJair Bolsonaro durante encontro com o Secretário de Segurança Pública do DF, Anderson Gustavo TorresFoto: Carolina Antunes/PR

Cotado por Jair Bolsonaro para, segundo ele “dar uma arejada” no comando da Polícia Federal, o delegado federal e atual secretário de segurança do Distrito Federal, Anderson Gustavo Torres, já respondeu a um processo por tortura. Segundo reportagem do blog do jornalista Guilherme Amado, ao término do processo, que correu entre 2007 e 2018, Torres foi absolvido. 

Segundo o Ministério Público Federal (MPF), Torres e uma equipe de cinco agentes teriam sequestrado, diante de testemunhas e à luz do dia, dois rapazes suspeitos de furtarem a residência de dois policiais federais. Ele também foi acusado de abrir um inquérito paralelo, embora a competência fosse da Polícia Civil. As investigações da Polícia Militar do DF, contudo, inocentaram os dois jovens.

Segundo a assessoria da Secretaria de Segurança Pública do DF, o processo foi julgado em 2018, "com pedido de absolvição pelo próprio Ministério Público Federal com base na inexistência dos fatos".

Deixe seu Comentário

TV MS

16 de agosto de 2019
Após 30 anos de espera região Norte da Capital recebe asfalto

Últimas Notícias

Ver Mais Notícias
MS Notícias - Sua Refência em Jornalismo no MSRua Rodolfo Andrade Pinho, 634
CEP 79090.050 - Vila Taveirópolis
Campo Grande/MS
 (67) 99150.1270
Editorias
Institucional
Mídias Sociais
© MS Notícias. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvimento Plataforma