ANIVERSÁRIO DE CG PMCG BARTZ

MS Notícias - Sua Refência em Jornalismo no MS

ANIVERSÁRIO PMCG BARTZ LED
tera, 20 de agosto de 2019

CENÁRIO 2020

Credenciais sinalizam três opções tucanas para vice de Trad

Já para confronto, possíveis nomes são Rose: Beto, Felipe e Mara

Por: REDAÇÃO11/02/2019 às 15:20
ComentarCompartilhar
Carlos Alberto de Assis (centro), João Rocha (esquerda), José Eduado Riedel (direita)Carlos Alberto de Assis (centro), João Rocha (esquerda), José Eduado Riedel (direita)Foto: Reprodução

O secretário de Governo e Gestão Estratégica, José Eduado Riedel; o chefe de Gabinete Carlos Alberto de Assis; e o presidente da Câmara Municipal, João Rocha, são os três nomes que em princípio despontam como alternativas de ponta para o PSDB em uma eventual aliança com o PSD na chapa que será registrada para o prefeito Marquinhos Trad candidatar-se à reeleição.

Não existe até agora nenhum indicador consistente que possa lançar no cenário outras opções. Os deputados federais Rose Modesto e Beto Pereira; os estaduais Felipe Orro e Rinaldo Modesto; a ex-deputada Mara Caseiro; e  os vereadores Dr Lívio, André Salineiro, Júnior Longo, João César Matogrosso, Delegado Wellington e Antonio Cruz, por razões distintas, estariam fora das cogitações no caso específico da indicação para preencher a vaga de candidatura a vice-prefeito (a).

Rose, Beto, Felipe e Mara, cada qual a seu modo e em níveis diferentes de avanço, já protagonizaram experiências e tentativas de ingressar na sucessão municipal. Rose foi quem chegou mais perto: candidata a prefeita em 206 com expressiva votação, passou para o segundo turno. Acabou derrotada por Marquinhos, mas saiu lucrando, pois seu desempenho garantiu espaço para entrar no páreo por uma vaga de deputada federal e ser a mais votada na corrida. Beto, Felipe e Mara chegaram a apresentar-se como pré-candidatos naquela ocasião, entretanto tiveram que recuar.

Da bancada de vereadores eleita naquele pleito, somente João Rocha se cacifou, sobretudo pelo êxito com que comandou a Câmara, reelegendo-se para duas gestões. Nem mesmo o vereador mais votado, André Salineiro, conseguiu com esse resultado  criar um contexto de viabilidade para voar mais alto já no primeiro mandato. Poderia estar em uma situação mais propícia para a disputa sucessória se tivesse alcançado sucesso com sua candidatura a deputado. Seria, no mínimo, um dos nomes a considerar para fazer companhia na chapa de Marquinhos Trad.

Dessa forma, com a análise apropriada sobre a temperatura nos ambientes políticos da Governadoria e do PSDB, o quaro real que se apresenta para ser explorado pelo líder maior da legenda, o governador Reinaldo Azambuja, é este no qual estão encaixados Riedel, Assis e Rocha. A conta político-administrativa está no azul para um governo pressionado por crises financeiras de origens nacionais e locais. 

O trio em questão tem seus créditos por intervenções específicas que beneficiaram e beneficiam o governador e o PSDB, tanto na política e nas eleições como na administração do Estado. É desse trampolim, portanto, que deve saltar a candidatura da coligação PSD-PMDB, caso se confirme tal aliança na disputa sucessória de 200.?

Deixe seu Comentário

TV MS

16 de agosto de 2019
Após 30 anos de espera região Norte da Capital recebe asfalto

Últimas Notícias

Ver Mais Notícias
MS Notícias - Sua Refência em Jornalismo no MSRua Rodolfo Andrade Pinho, 634
CEP 79090.050 - Vila Taveirópolis
Campo Grande/MS
 (67) 99150.1270
Editorias
Institucional
Mídias Sociais
© MS Notícias. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvimento Plataforma