COPA DOS SERVIDORES

MS Notícias - Sua Refência em Jornalismo no MS

domingo, 15 de setembro de 2019

GALERIA

Lobão e filho são alvos em 65ª fase da Lava Jato que apura lavagem de R$ 30 milhões

Propina paga à família Lobão era lavada por meio de compra e venda de obras de arte acima do preço

Por: TERO QUEIROZ10/09/2019 às 07:23
ComentarCompartilhar
O ex-senador e ex-ministro Edison LobãoO ex-senador e ex-ministro Edison LobãoFoto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

O filho do ex-senador e ex-ministro Edison Lobão, Márcio Lobão teve prisão preventiva decretada nessa manhã (10), durante a 65ª fase da Operação Lava Jato, denominada Galeria, que investiga corrupção e lavagem de dinheiro correlacionados a Transpetro, subsidiária da Petrobras e à Usina Hidrelétrica de Belo Monte no Pará.

Segundo o Ministério Público Federal, entre 2008 e 2014, Lobão e o filho solicitaram e receberam ao menos R$ 50 milhões em propinas dos grupos Estre e Odebrecht. De acordo com a investigação a lavagem de dinheiro se estende até o ano de 2019. O MPF disse que o patrimônio do filho, Márcio, aumentou em mais de R$ 30 milhões.

Ainda de acordo com as investigações, os valores eram lavados [justificados] por meio da compra e venda de obras de arte em valores acima do mercado, além de simulação de venda de imóvel e movimentação de valores milionários em contas abertas em nome de empresas offshore (no exterior). 

Os alvos são galerias de artes envolvidas com o filho de Lobão, ao menos 70 policiais e 18 auditores da Receita Federal cumprem 11 mandados de busca e apreensão e localidades galerias brancas.

Em troca da propina a Odebrecht ganhava facilidades em 40 contratos a Usina de Belo Monte, esquema que já foi denunciado pela Lava Jato, o prejuízo aos cofres públicos alcança R$ 1 bilhão; celebrados entre as empresas Estre, Ambiental, Pollydutos Montagem e Construção, Consórcio NM Dutos e Estaleiro Rio Tietê. 

O MPF apura as formas de pagamento, e conforme detalhes da operação, o dinheiro foi entregue em espécie no escritório de advocacia ligado à família Lobão, na capital Carioca. As informações foram obtidas por meios das chamadas ‘delações premiadas’. Além de registros de ligações, mensagens e reuniões entre os acusados. 

Fonte: Com informações da Veja.  

Deixe seu Comentário

TV MS

16 de agosto de 2019
Após 30 anos de espera região Norte da Capital recebe asfalto

Últimas Notícias

Ver Mais Notícias
MS Notícias - Sua Refência em Jornalismo no MSRua Rodolfo Andrade Pinho, 634
CEP 79090.050 - Vila Taveirópolis
Campo Grande/MS
 (67) 99150.1270
Editorias
Institucional
Mídias Sociais
© MS Notícias. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvimento Plataforma