PRESTAÇÃO DE CONTAS

MS Notícias - Sua Refência em Jornalismo no MS

quarta, 24 de abril de 2019

PRIORIDADE

Maia diz que votação da Previdência é mais importante que pacote de Moro

Presidente da Câmara voltou a afirmar que votação deve acontecer na 2ª quinzena de maio

Por: FOLHA DE S.PAULO07/02/2019 às 07:56
ComentarCompartilhar
O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e o ministro da Economia, Paulo Guedes, durante coletiva de imprensa para falar sobre a tramitação da proposta de reforma da Previdência, que será enviada pelo governoO presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e o ministro da Economia, Paulo Guedes, durante coletiva de imprensa para falar sobre a tramitação da proposta de reforma da Previdência, que será enviada pelo governoFoto: Pedro Ladeira/Folhapress

Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) afirmou que a articulação para a votação da reforma da Previdênciaé prioritária na Casa em relação ao pacote de combate ao crime sugerido por Sergio Moro.

Maia deu entrevista ao Jornal das 10, da GloboNews, na noite desta quarta-feira (7).

Ele afirmou que os dois projetos devem andar paralelamente na Câmara, mas disse que "se a gente antecipar esse debate [sobre a proposta de Moro], podemos contaminar o da Previdência".

Para ele, o texto de Moro deve passar por mais comissões e debates na Câmara.

Indefinições sobre a reforma da Previdência têm incomodado partidos alinhados à pauta na Câmara. Um dos problemas ouvidos pela Folha é exatamente de que o Planalto estaria querendo patrocinar projetos demais neste início de legislatura.

Maia afirmou ser a favor de uma regra de transição mais curta no texto da reforma da Previdência.

“Trabalhar até 62 anos sem transição, não é problema nenhum. Conseguimos trabalhar até 80 anos ou 65 anos”, afirmou.

Para o presidente da Câmara, é possível chegar a uma reforma sem prejudicar os trabalhadores mais pobres, que para ele são os que já trabalham até os 65 anos.

Maia disse que, se o governo conseguir formar uma base aliada na Casa, a reforma da Previdência conseguirá ser votada até a segunda quinzena de maio.

O deputado criticou a ideia de antecipar a votação da reforma por meio de mudanças no texto discutido durante o governo de Michel Temer. 

"Se marcarmos a votação para esse mês, a possibilidade de um resultado contrário seria muito grande. Se fizer isso, vamos transformar o plenário em um campo de guerra."

A princípio, a possibilidade de recomeçar o processo não agrada o mercado financeiro, que coloca na conta os riscos políticos que podem surgir no caminho com prazos estendidos.

Entusiasta do ajuste fiscal, Maia deverá ser o grande fiador das mudanças nas regras de aposentadoria e pensões, segundo aliados na Câmara.

Nesta terça (5), ele se reuniu com a equipe econômica e carimbou seu nome na articulação da reforma ao dizer que, “quando [a proposta] chegar na Câmara, a responsabilidade será minha”.

Durante a entrevista à TV, Maia afirmou que tem se reunido com governadores de todos os estados em defesa da reforma da Previdência.

“A Câmara me deu uma responsabilidade muito grande com a votação que eu tive. Isso me obriga a liderar grandes votações”, disse. Maia afirmou que não se trata de uma votação nem de esquerda nem de direita, mas que é necessária para todo o país.

SERVIDORES

Maia também defende uma reforma administrativa. "O orçamento brasileiro está capturado por organizações públicas e privadas, em detrimento da maioria da sociedade."

O presidente da Câmara afirmou que não permitirá a abertura de novos concursos na Casa enquanto não forem aprovadas novas regras.

Ele defendeu ainda o fim da estabilidade no emprego público. 

"Hoje não tem mais carreira [no setor público] porque em pouco tempo, o servidor chega ao teto máximo".

Deixe seu Comentário

TV MS

03 de abril de 2019
Revoada de balões em alusão ao Dia Mundial de consciencização ao autismo

Últimas Notícias

Ver Mais Notícias
MS Notícias - Sua Refência em Jornalismo no MSRua Rodolfo Andrade Pinho, 634
CEP 79090.050 - Vila Taveirópolis
Campo Grande/MS
 (67) 99150.1270
Editorias
Institucional
Mídias Sociais
© MS Notícias. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvimento Plataforma