MS Notícias - Sua Refência em Jornalismo no MS

sbado, 18 de janeiro de 2020

BRASÍLIA

Prefeito e secretários encontram Mandetta em busca de recursos à saúde

Secretário e prefeito devem entregar ainda ao ministro o levantamento de estimativa de custos e gastos com a epidemia de dengue

Por: REDAÇÃO17/07/2019 às 11:24
ComentarCompartilhar
Foto: Reprodução

O prefeito Marquinhos Trad (PSD) cumpre agenda em Brasília nesta quarta-feira (17), quando se encontra com a bancada federal de Mato Grosso do Sul e com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

O prefeito, acompanhado do secretário de Saúde do Município, José Mauro Filho, foram a Capital Federal para tratar de investimentos para saúde de Campo Grande. O Município pleiteia junto ao Ministério da Saúde um incremento para custeio de serviços que estão sendo habilitados e qualificados, como as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), Serviço de Atendimento Móvel (SAMU) e Serviço de Atendimento Domiciliar (SAD), entre outros.

Secretário e prefeito devem entregar ainda ao ministro o levantamento de estimativa de custos e gastos com a epidemia de dengue enfrentada pelo município de janeiro a maio deste ano, que onerou os cofres públicos.

A construção do hospital municipal e o lançamento nacional do programa Saúde na Hora, previsto para acontecer na próxima segunda-feira, dia 22, na Capital, também devem ser discutidos durante a reunião.

Campo Grande é a segunda cidade do País com o maior número de unidades habilitadas até o momento no programa  ministerial “Saúde na Hora”, ficando atrás somente do município de Fortaleza -CE, conforme portaria publicada pelo Ministério da Saúde.

O programa Saúde na Hora visa ampliar o acesso da população aos serviços da Atenção Primária, como consultas médicas e odontológicas, coleta de exames laboratoriais, aplicação de vacinas e pré-natal. A iniciativa amplia ainda os recursos mensais a municípios que estenderem o horário de funcionamento das unidades de saúde para o período da noite, além de permanecerem de portas abertas durante o horário de almoço e, opcionalmente, aos fins de semana.

Deixe seu Comentário

TV MS

17 de janeiro de 2020
Quem não é comunista é fascista

Últimas Notícias

Ver Mais Notícias
MS Notícias - Sua Refência em Jornalismo no MSRua Rodolfo Andrade Pinho, 634
CEP 79090.050 - Vila Taveirópolis
Campo Grande/MS
 (67) 99150.1270
Editorias
Institucional
Mídias Sociais
© MS Notícias. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvimento Plataforma