12 de junho de 2021
Campo Grande 25º 14º

CNA publica nota oficial em alerta para necessidade de solução do prostesto dos caminhoneiros

A- A+

A CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil), manifestou sua aflição diante dos efeitos causados pela paralisação dos caminhoneiros.

Na publicação, o presidente da Confederação, João Martins da Silva Junior alegou que o país terá danos irreparáveis à economia se autoridades não der atenção aos interesses dos manifestantes.

Confira o depoimento na integra:

"A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), em nome dos produtores rurais brasileiros, vem, publicamente, manifestar a sua apreensão com os efeitos do movimento de paralisação dos caminhoneiros.

Independentemente de reconhecermos o direito de protesto e de manifestação, temos o dever de alertar para o fato de que a duração e o alcance desse movimento já estão provocando graves perturbações nas cadeias produtivas do agronegócio.

Na ausência de uma rápida solução para o conflito, teremos danos irreparáveis à economia da produção, com reflexos severos na vida de toda a população brasileira.

Diante disso, esperamos que as autoridades construam uma solução imediata para o impasse."