20 de abril de 2021
Campo Grande 32º 19º

Produção rural

Instituições e governo firmam parceria para desenvolver a ovinocultura

Na próxima semana, o fomento à cadeia produtiva de ovinos avança em Mato Grosso do Sul. A Uniderp, Fundação Manoel de Barros (FMB), a Secretaria de Estado de Produção e Agricultura Familiar (Sepaf) e a Fundação Educacional de Apoio à Pesquisa e ao Desenvolvimento Econômico de São Gabriel do Oeste (Funpesg) e Prefeitura de São Gabriel do Oeste firmam uma parceria para o Programa de Desenvolvimento da Ovinocultura em Mato Grosso do Sul, representando o novo ciclo do projeto Troca de Ovinos, desempenhado pela FMB, Uniderp e governo estadual, com o apoio da Câmara Setorial de Ovinocaprinocultura de Mato Grosso do Sul. O evento acontece na próxima segunda-feira, às 14h, na Fazenda Escola Três Barras da Uniderp, e contará com a presença de autoridades, como o governador Reinaldo Azambuja e o secretário da Sepaf Fernando Mendes Lamas.

Para marcar a primeira fase do programa, na ocasião também ocorrerá a entrega de 30 ovelhas e um carneiro à instituição de São Gabriel do Oeste, com a finalidade de realizar estudos de qualidade e controle de pureza, qualidade e genética do ovino pantaneiro. “Com a parceria, promoveremos ações de intercâmbio técnico, científico, cultural, com atividades de ensino, pesquisa e extensão para o segmento e continuar com a missão social de beneficiar os pequenos produtores”, afirma o diretor da FMB, Marcos Henrique Marques.

A falta de conhecimento sobre gestão é o principal desafio para ampliar a produção desses animais no estado, na visão do pesquisador e coordenador de projetos do Centro Tecnológico de Ovinos (CTO) da Uniderp, Dr. Marcos Barbosa Ferreira. “Agora, nosso foco será capacitar e treinar o produtor para que ele possa crescer. O intuito é que o indivíduo saia da criação informal para uma gestão profissional, apostando na ovelha nativa”, explicou. 

Para o zootecnista e professor da Uniderp, Ivo Busato, o Programa de Desenvolvimento da Ovinocultura em Mato Grosso do Sul auxiliará na diversificação agropecuária do estado. “A bovinocultura é muito forte em nossa região, junto com a produção de aves e suínos. Precisamos investir em outras atividades para tornar nosso estado ainda mais forte economicamente”, complementa.        

Referência em ovinos                    

Há quase uma década, a Uniderp e Fundação Manoel de Barros estão unidas em iniciativas que auxiliam o desenvolvimento da ovinocultura em Mato Grosso do Sul, com foco no ovino pantaneiro. A organização mantém um rebanho de animais no Centro Tecnológico de Ovinos da Uniderp, local em que são realizadas pesquisas, trabalhos acadêmicos, avaliações genéticas dos reprodutores, matrizes e animais jovens para as características produtivas e reprodutivas, visando a maior produção de carne, com menos custos.

A parceria nasceu com o programa Troca de Ovinos, que consistia na entrega de fêmeas e machos, em comodato, para formação de um rebanho na propriedade rural de pequenos produtores, conforme o plano de manejo orientado. Ao final de três anos, os animais eram devolvidos, com o padrão zootécnico e sanitário.  Ao longo dos anos, o projeto contribuiu para incrementar a ovinocultura em Mato Grosso do Sul, pois cooperou para a diversificação e aumento da produtividade, propiciou inclusão social e econômica de pequenos produtores e elevou o interesse pelo segmento que é considerado uma alternativa de renda viável, com retorno em curto prazo e investimento seguro.

A partir de agosto de 2016, a ampliação dos objetivos do Troca de Ovinos marca a evolução do projeto, que passa a ser Programa de Desenvolvimento da Ovinocultura em Mato Grosso do Sul. 

 

Serviço 

Evento | Programa de Desenvolvimento da Ovinocultura de MS  

Dia: 22 de agosto (segunda-feira)

Horário: 14h  

Local: Fazenda Escola Três Barras

Endereço: Rodovia MS 451, Km 4