12 de junho de 2021
Campo Grande 25º 14º

Mato Grosso do Sul tem primeiro caso de mormo equino confirmado

A- A+

A Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal de Mato Grosso do Sul (Iagro-MS) registrou no mês de abril, um caso de mormo equino no município de Bela Vista, localizado na região Sudoeste do estado.

O animal será sacrificado e incinerado e o serviço veterinário irá realizar a colheita de material para o isolamento da bactéria Burkholderia mallei, que é a causadora da doença. O mormo é uma doença infectocontagiosa que ataca os equídeos (equinos, asininos e muares), mas que também pode atingir, de maneira acidental, o homem (zoonose), carnívoros e pequenos ruminantes.

É uma doença de notificação imediata, incurável e letal, de potencial zoonótico e tem como principal via de infecção a digestiva, podendo ocorrer também pelas vias respiratórias, genital e cutânea.

Já a disseminação do agente no ambiente ocorre através da água, alimentos, bebedores, cochos e equipamentos de montaria compartilhados. A mosca doméstica também pode ter papel importante na disseminação do mormo.

A propriedade onde o animal infectado foi encontrado permanecerá interditada até se confirmar a eliminação da doença no local.