20 de abril de 2021
Campo Grande 32º 19º

Agronegócios

Moradores de Tesouro investem em conhecimento para melhorar turismo local

O município de Tesouro, localizado a pouco mais de 370 km da capital Cuiabá, entrou no programa Mapa de Regionalização do Turismo, instituído pelo Ministério do Turismo do Governo Federal. Ele está entre os 82 municípios de Mato Grosso contemplados.

O projeto classifica as cidades com potencial para o turismo de A a E. Tesouro ficou na classificação D, devido à pouca infraestrutura na área. Para melhorar a classificação do município, foi realizada uma cadeia produtiva de treinamentos voltados ao setor de turismo, no mês de março. Os cursos são frutos da parceria entre Sindicato Rural de Guiratinga e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT).

Segundo a instrutora credenciada junto ao Senar-MT, Kathiuscia da Costa Camargo, os treinamentos da cadeia produtiva capacitaram moradores da região para atuarem na área e elevar o potencial turístico da região. "Agora o município conta com pessoas que entendem de turismo e que de certa forma vão contribuir para o planejamento e desenvolvimento turístico, além de melhor atender os visitantes".

Dentre os treinamentos ofertados estiveram: Excelência no Atendimento do turismo rural; Planejamento e Implantação do turismo rural; Oportunidades de negócio e economia criativa no turismo e Implantação de trilhas e caminhadas no turismo integrado.

Morador de Tesouro, Leonardo Barbosa de Souza, decidiu participar da cadeia produtiva porque pensa em se desenvolver na área. "Nossa querida cidade tem muitas belezas naturais a serem exploradas, isso é um atrativo ao turismo e por conta disso, precisamos nos capacitar para atender bem os turistas".

Felipe Rocha da Silva, enxergou o potencial turístico da cidade em que mora através dos treinamentos. "Aprendi muito com os treinamentos, eles vão nos ajudar muito e pretendo me capacitar cada vez mais. Sempre que tiver treinamentos vou participar".

DRONE - Os participantes também receberam capacitação para operar aeronave remotamente pilotada - drone - asa rotativa. Esse pode ser um diferencial para atender os turistas em relação a fotografias e divulgação dos pontos turísticos da região.

Fonte: CNA Brasil