05 de maro de 2021
Campo Grande 28º 21º

PIB de cadeias produtivas de bovinocultura apresentam índice positivo em levantamento

O crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) das cadeias produtivas de bovinocultura apresentaram índice de  2,70% e 1,71%,  neste ano na comparação com o mesmo período de 2014. Os números totalizam receitas de R$ 185,4 bilhões e R$ 108,5 bilhões, respectivamente.

Na  perspectiva,  o algodão, a pecuária de leite e a soja recuaram nos primeiros seis meses do ano. A maior retração foi observada no desempenho da fibra, de 10,53%.Os dados integram levantamento feito pela  Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), que analisou o comportamento do PIB dos cinco produtos, tendo como referência a conjuntura econômica do período, com base no desempenho dos elos da cadeia produtiva: insumos, atividade primária (dentro da porteira), agroindústria e serviços (distribuição).

As cadeias produtivas do algodão, da soja e da bovinocultura de leite tiveram quedas de 10,53%, 2,26% e 6,76%, respectivamente. O PIB do algodão caiu em todos os segmentos, sendo a maior retração observada na produção primária, de 25,94%, por conta na queda de preços e de volume produzido. No caso da soja, apesar do resultado positivo nas áreas de insumos e serviços, houve baixa de 14,32% nos preços em relação a 2014, aliada ao excesso de produção e à alta dos custos com fertilizantes. A agroindústria de soja teve o pior desempenho, com queda de 15,02%.