05 de maio de 2021
Campo Grande 34º 20º

Agronegócios

Superintende do Senar-MT participa de live que discute cuidado com os olhos

A- A+

Com o objetivo de discutir a importância de cuidar e proteger os olhos, o Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO) realizou, nesta quarta-feira (21.04), a live Saúde Ocular e Segurança no Trabalho: Brasil que Enxerga. Moderada pelo diretor do CBO, Pedro Carricondo, o encontro teve a participação de representantes dos produtores rurais, trabalhadores do campo, da indústria e oftalmologistas.  

Como um dos participantes, o superintendente do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT), Francisco Olavo Pugliesi de Castro, popularmente conhecido como Chico da Paulicéia falou sobre os exames de vista e palestras ofertados dentro do Programa Mutirão Rural, realizado nas comunidades rurais. "É comum encontrarmos pessoas com mais de 50 anos que nunca foram ao oftalmologista".

Chico destacou ainda que na agropecuária há diversas situações que oferecem risco aos olhos. "Portanto, o Senar-MT também oferece treinamentos de Normas Regulamentadoras (NRs) que abordam a importância da saúde ocular e da utilização de Equipamentos de Proteção Individual (EPI)", enfatiza o superintendente do Senar-MT.

Durante a live o assessor da Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso (Fiemt), José Carlos Dorte propôs uma parceria aos participantes com o intuito de levar a população carente atendimento oftalmológico. "Pelo menos 60% das pessoas que atendemos no Programa Multiação têm problemas oftalmológicos".

O assessor técnico da Associação Nacional de Medicina do Trabalho (ANAMT)  Ruddy Facci falou sobre as doenças mais comuns e também sobre os cuidados que as pessoas devem ter com os olhos. "A iluminação do local de trabalho é um fator primordial para se ter olhos saudáveis. Com o home office ficou mais difícil orientarmos nossos colaboradores".

Nilva Moraes, professora da Escola Paulista de Medicina (EPM), acrescenta que só utilizar óculos de proteção não é o suficiente para manter os olhos saudáveis. Ela destaca ainda que a maioria da população não tem acesso ao atendimento oftalmológico. "E, com isso, se torna difícil falar de prevenção e cuidados com pessoas que não têm acesso a este tipo de serviço".

O encontro virtual, que durou cerca de uma hora, serviu para que os participantes lançassem várias ideias com o objetivo de  ampliar o atendimento oftalmológico para a população em geral. Além disso, os oftalmologistas deram dicas para que as pessoas possam observar e aumentar o cuidado com os olhos.

Fonte: CNA Brasil