19 de junho de 2021
Campo Grande 27º 14º

Transferência de embriões no cavalo crioulo começa a ser feita em Mato Grosso do Sul

A- A+

Coletar material genético de um cavalo da raça crioula no Rio Grande do Sul pela manhã e enviá-lo por transporte aéreo para ser utilizado em inseminação artificial de uma égua no Mato Grosso do Sul, no mesmo dia, não é mais novidade. A partir de agora, o Estado que se prepara para ser um pólo de criação da raça crioula no Brasil vai passar a realizar transferência de embriões para coleta e comercialização de animais geneticamente melhorados.

As pesquisas e os experimentos estão sendo feitos pela empresa de seleção Genética Aditiva, na Fazenda Remanso em Rio Brilhante/MS. De acordo Carlos Loureiro de Souza, da Associação Brasileira dos Criadores de Cavalo Crioulo e juiz da Expointer, a tecnologia permite que o mercado tenha acesso à genética de animais importantes dentro raça. “Aqui temos exemplares finalistas de provas como Freio de Ouro, Avaliação Morfológica da Expointer, reprodutores e éguas de alto nível, prontos para fomentar a raça no Estado”, comenta Carlos.

No circuito de exposições da raça crioula no Brasil a Expogrande está entre as de maior destaque. Em 2014 teve a segunda maior participação da raça em prova classificatória do país. Além do recorde de participação, o Núcleo de Criadores da Raça Crioula de Mato Grosso do Sul chegou à Expogrande 2014 com mais de 100 animais “marcadores”, o que coloca a exposição entre as maiores da raça no Brasil. “Para que um cavalo seja marcador ele tem que ter, no mínimo, dois anos, além de atender a mais uma série de exigências da Associação Brasileira de Criadores do Cavalo Crioulo. E dentre essas exigências está, por exemplo, uma altura mínima do animal. Mato Grosso do Sul hoje tem mais de 40 mil laçadores credenciados, o que é considerado um fator importante pela associação brasileira de criadores”, explica o veterinário da Genética Aditiva, Argeu Silveira.

Para este ano a Expogrande já têm inscritos crioulistas de todo o país que vêm  trazer seus animais para classificar para a Expointer, exposição de referência da raça. As inscrições ainda estão abertas! Os criadores podem entrar em contato pelo e-mail [email protected] ou pelo telefone (67) 3321-5166.

A raça crioula na Expogrande também tem na programação o Leilão Raça Crioula Genética Aditiva que acontece no dia 01º de maio, no Tatersal de Elite da Acrissul. São 45 lotes, fêmeas marcadas (registradas) e 2 garanhões. Em oferta no remate a primeira geração de filhos do garanhão Quilero Valentin, que participou de 16 grandes campeonatos, foi grande campeão Outonal Esteio 2013 e melhor exemplar da raça Expo Liscano 2013. O reprodutor é uma das grandes aquisições de cotas da Genética Aditiva este ano, que tem na sua base genética  a Cabanha Santa Edwiges, reconhecida e premiada em competições de Freio de Ouro.