27 de setembro de 2020
Campo Grande 39º 25º

André libera recurso do FIC e anuncia mais R$ 2 milhões de investimentos para a cultura

O governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli (PMDB) assinou na manhã de hoje, convênios para repassar R$ 3 milhões para 80 projetos do FIC (Fundo de Investimentos Culturais), contemplando 20 municípios em 2014.  O evento foi realizado no auditório da governadoria e contou com a presença do deputado estadual Junior Mochi (PMDB), Carlos Marun (PMDB), Dione Hashioka (PSDB), presidente do IHGMS (Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso do Sul) Hildebrando Campestrini, o presidente da FCMS (Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, Américo Calheiros, entre outros).

De acordo com Puccinelli, o objetivo do projeto é fomentar a cultura do Estado, contemplando diversos setores. “Através deste repasse é possível fomentar a cultura de Mato Grosso do Sul, beneficiando vários setores como a literatura, dança música, artesanato, entre outros. Quero parabenizar o presidente da FCMS, Américo Calheiros que consegue desempenhar um excelente trabalho a frente da fundação. Posso dizer que o Américo faz mágica com os repasses que assino para a fundação e contempla diversos municípios”, afirma o governador.

O presidente da FCMS ressalta que este repasse proporciona a realização de projetos em diversos municípios. “Os recursos liberados pelo governo do Estado proporciona a realização de vários projetos nos municípios do Estado, é uma forma de potencializar toda ação cultural. O governador ouve a população e faz os repasses que atinge diversas áreas e isso é muito positivo”, diz Américo Calheiros.

Além de disponibilizar R$ 3 milhões, André se comprometeu em disponibilizar mais R$ 2 milhões para serem investidos na cultura do Estado em 2014. “Atendendo ao pedido do aniversariante Heildebrando, que solicitou que seja investido mais R$ 1 milhão para a cultura, estarei disponibilizando mais R$ 2 milhões para que sejam utilizados neste ano”, ressalta André Puccinelli.

Os recursos

O FIC 2014 beneficiará projetos culturais de Campo Grande, Ribas do Rio Pardo, Rio Brilhante, Rochedo, Coxim, Jaraguari, Gloria de Dourados, Fátima do Sul, Três Lagoas, Nova Andradina, Ivinhema, Pedro Gomes, Dourados, Inocência, Corumbá, São Gabriel, Corguinho, Guia Lopes, Ponta Porã e Paranaíba. Os 80 projetos representam todas as expressões culturais do Estado.

Na área da literatura, 13 projetos, que receberão R$ 287.242,62. O maior volume de recursos (R$ 1.205.082,00) será destinado aos 26 projetos de artes cênicas. No folclore, seis projetos foram contemplados com R$ 227.041,80; a formação cultural, com R$ 152.925,00; produção musical, R$ 617.225,47; audiovisual, R$ 353.155,00; museus e arquivos, R$ 114.041,73; artesanato, R$ 43.286,38; artes cênicas, R$ 547.830,00; teatro, R$ 491.992,00 e circo, R$ 65.260,00.

 Dany Nascimento