25 de outubro de 2020
Campo Grande 32º 21º

PortoFolia 2014: carnaval sem incidentes e animado até sob chuva

Em tempo de pesca e carnaval Porto Murtinho realiza uma das mais tranquilas e animadas folias de Mato Grosso do Sul. Desde o primeiro dia o PortoFolia 2014 e a pesca mostram porque o município é um dos mais procurados no mapa de lazer e do ecoturismo no Estado. Visitantes de diversas regiões do Estado e do País revelam seu fascínio pelas belezas do lugar e testemunham a índole hospitaleira e pacífica de um povo que faz o carnaval num clima de grande cordialidade e absoluta segurança.

“Isso aqui é fantástico. Eu e meu marido programamos ir a Bonito descansar, mas mudamos o trajeto por causa da pesca. Aí chegamos aqui e conhecemos a folia na primeira noite. Aí resolvemos ficar de vez. Pescar só depois do carnaval, se as pernas aguentarem”, contou a professora paulistana Ana Cláudia, cujo esposo, David Myato, costuma pescar em Cáceres (MT) e pela primeira vez visita Porto Murtinho. “Agora já tenho outra opção para passar as férias. No meio do ano eu volto”,  avisa.

SEGURANÇA E HOSPITALIDADE - Planejado pela Prefeitura e realizado pela Secretaria Municipal de Cultura, Turismo e Desenvolvimento Local, o PortoFolia trouxe este ano cinco bandas (de São Paulo, Salvador e Campo Grande) e mais duas locais. Este e outros itens – com destaque para os eficientes sistemas de segurança e de utilidade pública - garantiram a presença maciça dos foliões na Praça de Eventos, mesmo nas noites de chuva forte, como ocorreu no domingo e na segunda-feira.

Já na primeira noite (sexta-feira, 28/02) os foliões provaram ter fôlego de sobra para cantar e dançar madrugada adentro, embalados pelo som contagiante das bandas Folia e Maria Joaquina. No sábado, 1º, aconteceu a abertura da temporada de pesca com procissão fluvial no Rio Paraguai. Embarcações brasileiras e paraguaias, com apoio da Marinha, deslizaram pelas águas serenas do Rio Paraguai, conduzindo a imagem de Nossa Senhora.

O prefeito Heitor Miranda (PT), a secretária de Cultura e Turismo, Conceição Montanheri e o deputado estadual Lauro Davi (Pros) perfilaram entre as autoridades dos dois países que prestigiaram o evento. Ao final, foi feito o sorteio das embarcações que participaram da procissão, com R$ 1.800,00 em prêmios: R$ 300,00 para o terceiro canoeiro sorteado (Lourival Rodrigues), R$ 500,00 para o segundo (Marcelino Arce) e R$ 1.000,00 para o primeiro (Estevão Salinas). À noite, mais PortoFolia com a praça cheia e a música eletrizante das bandas Axé Mix e Mulekagem.

No terceiro dia (domingo, 2) uma chuva torrencial caiu sobre a cidade. E ainda assim os foliões foram à Praça de Eventos para brincar o carnaval. À tarde foi a vez das crianças, que sacudiram a Praça de Eventos com a Banda Axé Mix e curtiram a exibição do grupo de capoeira Escravos Brancos. À noite, sob o aguaceiro, o povo curtiu a valer o ritmo ditado pelas bandas Folia e Pisada Boa. Na segunda-feira (03/03) mais chuva e mais gente animada tomando conta da festa, que além da banda Cumbuca Baiana ainda premiou os blocos Los Hermanos (do Paraguai) e Muage, no criativo e irreverente concurso de fantasias.

No último dia-noite do Porto0Foilia 20124, a organização programou o concurso de fantasias infantis à tarde com a b anda Mulekagem e nova exibição dos capoeiristas da Associação Escravos Brancos. Para o período noturno a animação foi confiada à banda Pitanga Madura.

PEIXES E PRESERVAÇÃO – A temporada de pesca nos rios da região (Paraguai e Aspa, principalmente) oferece diversas alternativas aos turistas. Com a intensa campanha de conscientização desenvolvida em parceria entre a Prefeitura e a Polícia Militar Ambiental, a captura de espécies deve obedecer os limites de peso e quantidade pré-definidos. O comandante do destacamento da PMA, tenente Luiz Clemente de Souza, tem sob sua responsabilidade a missão de patrulhar cerca de 400 km de águas piscosas entre as regiões do Nabileque (Rio Paraguai) e o Rio Apa.

A Marinha e o Exército apoiam esse trabalho, o que reflete também em maior segurança aos pescadores. “Nós estamos esperando sempre um número bastante elevado de pescadores, devido à piscosidade dos nossos rios e ao controle feito na piracema”, salienta o tenente Clemente, que está há três anos no comando. Desde o início desta semana já se vê o frenético deslocamento de embarcações rumo aos pontos de pesca mais conhecidos. Alguns vão para bem longe, como aqueles que procuram o Nabileque. Mas há quem prefira ficar perto da cidade mesmo, onde também há abundância de peixes. A lista de exemplares mais comuns desses rios inclui o pacu, o pintado, o jaú, o bagre, a jurupensem, a jurupoca, o piau, o piavuçu, a piranha, a corvina, o palmito, o corimba, o dourado e a piraputanga.

A secretária Conceição Montanheri emenda: “Atuamos sempre em parceria com a Ambiental. A coincidência do carnaval e da abertura da pesca motiva a intensa movimentação de visitantes, mas Porto Murtinho está preparada com rede hoteleira, barcos-hotéis, pilotos e guias experientes e habilitados, além das forças de segurança prontas parta ajudar, orientar e garantir uma pesca sustentável e tranquila”, enfatiza.

Edson Moraes