MS Notícias

sbado, 30 de maio de 2020

PESQUISA IBGE

2º semestre: desocupação tem queda em MS, mas 36 mil estão desempregados

Levantamento realizado pelo IBGE divulgado nesta quinta-feira (15)

Por: TERO QUEIROZ15/08/2019 às 10:45
ComentarCompartilhar
Foto: Reprodução

Segundo levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgado nesta quinta-feira (15), Mato Grosso do Sul é o 4º Estado com menos pessoas desocupadas do país, cerca de 120 mil, o índice se manteve estável, apresentando crescimento de 0,7%, atualmente 8,3% da população sul-mato-grossense se encontra desocupada. Em relação ao trimestre anterior, houve queda de 1,2 pontos percentuais (p.p). MS fica atrás apenas de Santa Catarina, com 6%, Rondônia, 6,7% e Rio Grande do Sul, 8,2%.

Conforme o IBGE, dos 27 estados brasileiros, 10 apresentaram recuo em relação ao trimestre anterior.  O Acre chegou a apresentar variação de -4,4 pontos percentuais.

No Brasil, em 10 das 27 unidades da federação, a taxa recuou em relação ao trimestre anterior. Nas demais UFs, houve estabilidade. A maior variação foi no Acre (-4,4 pontos percentuais).

De acordo com o levantamento no nível de ocupação é de 62,2%, aumento de 2,1 p.p. No ano passado, no mesmo período o crescimento havia sido de 1,1 p.p.

Também no estado, no 2º trimestre de 2019, a taxa composta de subutilização da força de trabalho (percentual de pessoas desocupadas, subocupadas por insuficiência de horas trabalhadas e na força de trabalho potencial em relação a força de trabalho ampliada) foi de 17,0%, o que representa 261 mil pessoas. Piauí (43,3%), Maranhão

(41,0%) e Bahia (40,1%) apresentaram as maiores taxas, e as menores foram em Santa Catarina (10,7%), Rondônia (15,7%) e Mato Grosso (15,8%).

Nesse levantamento o IBGE mostra quem em MS, cerca de 36 mil pessoas estão desempregadas.

Em MS, no 2º trimestre de 2019, o rendimento médio real habitual (de todos os trabalhos) das pessoas ocupadas, foi estimado em R$ 2.323. Este resultado apresentou estabilidade tanto em relação ao trimestre imediatamente anterior (R$2.403), quanto em relação ao mesmo trimestre do ano anterior (R$ 2.307).

No setor privado do estado, são 633 mil trabalhadores, sendo que deste total, 476 mil (75,2%) dos empregados tinham carteira de trabalho assinada e 156 mil não tinham carteira assinada (24,6%). Estes percentuais se mantiveram estáveis em relação ao trimestre anterior e ao mesmo trimestre de 2018.

Em relação ao tempo de procura, no estado, 19,5% dos desocupados estavam há menos de um mês em busca de trabalho; 57,1%, de um mês a um ano; 10,5%, de um ano a dois anos e 13,0% há dois anos ou mais.

Deixe seu Comentário

TV MS

15 de maio de 2020
Ministério da Cidadania fala sobre auxílio emergencial
Ministério da Cidadania fala sobre auxílio emergencial

Últimas Notícias

Ver Mais Notícias
MS Notícias - Sua referência em jornalismo no Mato Grosso do SulRua José Barnabé de Mesquita, 948
CEP 79100.200 - Vila Duque de Caxias
Campo Grande/MS
 (67) 99309.8172

Editorias

Institucional

Mídias Sociais

© MS Notícias. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvimento Plataforma