24 de julho de 2021
Campo Grande 33º 17º

Assentados de Terenos contarão com incentivo para produção leiteira e de horti-frutis

A- A+

Desenvolver a produção leiteira e de horti-fruti em assentados da região de Terenos através de uma ação conjunta. Esse é o objetivo do termo de cooperação mútua assinado nesta quinta-feira (25) entre o Senar/MS – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, Cooplaf – Cooperativa Agrícola Mista da Pecuária de Corte e Leiteira Familiar e o município de Terenos, o qual beneficiará oito assentamentos. A iniciativa atenderá 132 produtores integrantes do programa de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER) Mais Leite, do Senar/MS, e prevê a recuperação de 132 hectares de pastagens, além do estímulo à produção e de horti-frutis. De acordo com o termo, cada parte ficará responsável por uma etapa do processo, cabendo ao município transportar o calcário utilizado para recuperar as áreas e passar o nivelador após o plantio das sementes. Já a Cooplaf ficará responsável principalmente pela compra do calcário, mobilização dos produtores rurais e pela logística de escoamento da produção. Quanto ao Senar/MS caberá a prestação de assistência técnica, elaboração de plano de trabalho e logística para a recuperação das áreas e treinamento dos funcionários da cooperativa. O gestor da Unidade de Projetos da Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de MS, Harduin Reichel, considera os avanços que a parceria levará aos produtores da região, impulsionando a produção familiar. “O Senar/MS entra em uma nova fase, com o ATER ajudando os produtores a viabilizar e comercializar a produção familiar, buscando parcerias com supermercados para a venda das hortaliças com prefeituras para a aquisição de insumos para melhorar os pastos. Com isso haverá um grande salto na produção”, acredita Reichel. Resultados positivos e imediatos. Essa é a expectativa da representante da Cooplaf, Lucilha de Almeida. “Acreditamos que dentro de seis meses já teremos mudanças na produção, com aumento de volume na produção leiteira, através da recuperação do pasto e melhor distribuição da horticultura. Essa parceria só trará benefícios”, acredita Lucilha. Serão atendidos pequenos produtores dos assentamentos Santa Mônica, Patagônia, Nova Querência, Campo Verde, Paraíso, Assafour, Nova Canaã e Guaicurus. O início das atividades é imediato e o tempo de vigência do termo de cooperação mútua encerra em dezembro de 2016. Sistema Famasul