24 de setembro de 2021
Campo Grande 36º 21º

Economia

Audi não irá investir em novos motores a combustão, diz CEO

A- A+
source
Audi se prepara para atender novas normas de emissões de poluentes na Europa que começam a vigorar em 2025
Divulgação
Audi se prepara para atender novas normas de emissões de poluentes na Europa que começam a vigorar em 2025

A Audi vai interromper o desenvolvimento de novos motores a combustão para focar em fontes de energia mais limpas, afirma Markus Duesmann, CEO da fabricante alemã. Segundo o executivo, o investimento em novas unidades movidas apenas a gasolina já não compensa como antes.

Ao jornal Frankfurter Allgemeine Zeitung, o CEO da Audi afirmou que isso não significa que a fabricante deverá abandonar o uso de motores a combustão nos próximos anos. As unidades já existentes em sua linha serão atualizadas de acordo com novas regras de emissões de gases tóxicos de automóveis impostas na Europa.

A indústria se prepara para adotar o programa Euro 7 , que estipula as novas diretrizes de emissões de poluentes na Europa a partir de 2025. Dessa forma, o investimento em novos motores a combustão no continente se torna inviável. 

Markus Duesmann avalia que o mundo conta com muitos mercados menos desenvolvidos que a Europa em que motores a combustão devem perdurar por mais tempo. Dessa forma, a Audi deverá focar na atualização da categoria para atender outros continentes. No Brasil, os elétricos e híbridos ainda são meros coadjuvantes, como pode ser conferido no podcast abaixo.

O mesmo posicionamento foi adotado pelo CEO da Mercedes-Benz , Markus Schafer, em entrevista ao site alemão Handelsblatt. "Isso significa que nossos investimentos serão totalmente direcionados à eletromobilidade ", afirmou.

A Audi pretende contar com 20 veículos elétricos em sua gama até 2025. Para isso, a fabricante de luxo deverá utilizar a plataforma MEB da Volkswagen para lançar SUVs mais baratos, como o Q4 e-tron. 

Fonte: IG CARROS