12 de junho de 2021
Campo Grande 25º 14º

Com fim de leilão de energia,51 empresas saem vencedoras

A- A+

O 20º leilão para contratar energia de hidrelétricas, usinas eólicas, solares e termelétricas movidas a carvão, gás natural e biomassa, realizado pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) terminou há alguns instantes.

Segundo a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica, que operacionalizou o leilão, 51 usinas foram vencedoras do certame, com 4.979.828 megawatts (MW) de potência contratada, garantindo a capacidade de transmissão de 2.900,900 MW médio (MWm).

De acordo com a Agência Brasil, o custo marginal de referência do leilão foi R$ 209 por megawatt-hora (MWh) e o preço médio de venda alcançado foi R$196,11. O montante negociado chegou a 583.850.275,200 MWh e o contratado foi 2.742,500 MWm. Foram contratados 27.425 lotes. O valor financeiro movimentado no certame foi R$ 114.496.330.767,96, gerando economia de R$ 2.008.071.876,84, com deságio de 1,72%.

A energia negociada terá início de suprimento em janeiro de 2019. Para as termelétricas (carvão, gás natural em ciclo combinado e biomassa) e para a fonte eólica, os contratos de compra e venda serão na modalidade por disponibilidade. No primeiro caso, o prazo de suprimento é 25 anos e no segundo, 20 anos. Os empreendimentos hidrelétricos, por sua vez, serão na modalidade por quantidade, com prazo de 30 anos.

 Dany Nascimento