26 de janeiro de 2021
Campo Grande 30º 21º

Dívidas sobem 2,4% em um mês, mas caem 2,2% em um ano, diz Serasa

A inadimplência (dívidas atrasadas há mais de 90 dias) do consumidor aumentou 2,4% em abril, na comparação com março deste ano, mas caiu 2,2% em relação a abril de 2013, de acordo com informações da Serasa Experian divulgadas nesta segunda-feira (19). Na comparação anual, as dívidas vêm caindo há 11 meses seguidos (de junho a abril). Na comparação mensal, a inadimplência subiu pelo segundo mês seguido. No acumulado do primeiro quadrimestre de 2014, a inadimplência está 2,6% menor que o mesmo período do ano passado. A alta da inflação e as taxas de juros cada vez mais elevadas aumentaram a dificuldade do consumidor em honrar as suas dívidas em abril, o que causou o aumento da inadimplência, diz a Serasa. Dívidas bancárias e protestos puxam alta Duas modalidades de inadimplência do consumidor apresentaram altas no mês passado: as dívidas com bancos, que aumentaram 6,7%, e os títulos protestados, que subiram 7,3%, em relação a março. A inadimplência não bancária (cartões de crédito, financeiras, lojas em geral e prestadoras de serviços como telefonia e fornecimento de energia elétrica, água etc.) caíram 0,1% em comparação com março. Os cheques sem fundos também recuaram 5,7% no mesmo período. Agência UOL