24 de junho de 2021
Campo Grande 31º 19º

Especulação imobiliária poderá explodir tarifas públicas em Campo Grande

A- A+

A aprovação de licenciamentos ambientais, concessão e aprovação de novos loteamentos na capital sem a criteriosa discussão por parte dos Conselhos Municipais e omissão da Câmara sem que a população seja informada adequadamente, deve aumentar o custo de vida para aqueles que residem na cidade.

A conta vai chegar e reclamar não vai solucionar o problema. Água e esgoto, transporte coletivo, IPTU, taxas, alvarás, custos esses que irão ficar mais onerosos no dia a dia do cidadão Campo-grandense.

CMMA (Meio Ambiente), CMDU (Desenvolvimento Urbano),Câmara Municipal, Planurb, Semadur e demais Orgãos municipais tem o dever de estar informando e discutindo com o cidadão e contribuinte tema tão importante para a população, afinal esta conta vai chegar no bolso do cidadão no futuro.

Na frente da UCDB (Universidade Católica Dom Bosco), na região da Lagoa da Cruz, saída para Rochedinho já existem pedidos de aprovação de loteamentos  no local que recentemente chegou o asfalto e que vai explodir a especulação imobiliária na região.

Já estão pedindo linha de ônibus para Rochedinho, ai vem pedido de extensão da rede de água e esgoto, perguntamos: Qual o custo desses serviços para o cidadão que arcara com custos a ser rateado com toda a população?

Enquanto isso meia dúzia de privilegiados ficaram especulando essas áreas localizadas no meio. Esperamos que nossas autoridades tomem frente á discussão, bem como Câmara Municipal de Campo Grande que não se omita desse debate importante para a capital.

 Redação