21 de junho de 2021
Campo Grande 28º 13º

Economia

Google e Globo: entenda porque essa parceria revoluciona o mercado

A- A+
source
Globo e Google fecharam parceria
Divulgação
Globo e Google fecharam parceria



A Globo anunciou, na última semana, uma parceria com o serviço de computação em nuvem do Google, o Google Cloud . O contrato, inicialmente de sete anos, vai permitir que a empresa de comunicação utilize o gerenciamento de dados, inteligência artificial , machine learning e infraestrutura global da gigante de tecnologia.

A novidade não só vai garantir a evolução tecnológica da Globo , como também promete revolucionar o mercado. De acordo com a empresa, a parceria vai fazer com que 100% dos centros de dados da Globo sejam migrados para o Google, o que vai permitir "escala na produção e distribuição de mídia, lançamento de novos canais, entre outras iniciativas".

Conteúdos digitais da Globo também serão transferidos para o Google Cloud, como é o caso do Globoplay . A companhia ainda afirma que vai avançar em sua estratégia de dados, otimizando serviços como recomendações personalizadas em seus serviços.

Melhorias no Globoplay

Uma das grandes reclamações dos mais de 30 milhões de assinantes do Globoplay é justamente a parte tecnológica do aplicativo , já que travamentos e quedas não são raros. A migração para o Google Cloud deve não apenas resolver essa situação, como também melhorar ainda mais a plataforma.

Você viu?

Mas a parceria não é benéfica apenas para a Globo . Atualmente, a nuvem do Google ainda está atrás, em termos de mercado, da Amazon e da Microsoft . Nos serviços de streaming , isso é ainda mais evidente: todas as gigantes, como Prime Video , Disney+ e Netflix estão hospedadas no Amazon Web Services .

Dessa forma, atuar junto ao Globoplay é uma grande oportunidade para o Google entrar de vez para o setor de streaming e competir com a Amazon. O primeiro projeto de colaboração entre as empresas já está acontecendo: o Globoplay ganhará uma integração customizada com o Android TV , sistema operacional do Google para televisões.

Mudanças no mundo dos anúncios

Ao anunciar a novidade, a Globo disse que a tecnologia do Google pode melhorar as recomendações aos usuários. A parceria, porém, pode ir muito além, levando os anúncios digitais  para a televisão.

Jorge Nóbrega, CEO da Globo, disse ao Notícias da TV, do Uol, que é hora de "começar a pensar a TV como um grande meio de comunicação, trazendo todas as métricas e modelos de negócios típicos da publicidade digital para abrir a TV".

Isso pode significar uma verdadeira revolução nos anúncios no mercado de entretenimento. Se hoje empresas anunciam em um programa como o Big Brother Brasil , por exemplo, para aparecer em milhões de casas no país, no futuro pode ser que várias outras companhias anunciem para pequenos nichos, já que a publicidade na TV poderá ser direcionada. Um exemplo disso é o serviço de streaming Hulu , dos Estados Unidos. Nele, já é possível rodar campanhas publicitárias da mesma forma como no Google Ads .

Na contramão, o Google ganharia com o acesso a dados de comportamento de milhões de pessoas. Por enquanto, mais detalhes do contrato entre Google e Globo não foram divulgados, e saberemos das novidades ao longo dos próximos anos.