09 de maio de 2021
Campo Grande 30º 15º

Economia

Ovos devem ficar mais caros até o fim do ano; entenda o motivo

A- A+
source
Aumento da demando por soja e milho, que compõe a ração das galinhas, deve aumentar o preço dos ovos até o final deste ano
iLocal
Aumento da demando por soja e milho, que compõe a ração das galinhas, deve aumentar o preço dos ovos até o final deste ano


A ministra da Agricultura , Tereza Cristina , afirmou que o preço do ovo deve subir devido aos insumos de produção, soja e milho , cuja produção está em crise em países chave para o agronegócio , como Estados Unidos e China.

Em entrevista ao jornal Estado de S. Paulo nesta segunda-feira (3), a chefa do ministério da Agricultura disse que a supersafra destes grãos em 2020 não deve ser o bastante para suprir a demanda global. Isto porque os EUA e a China estão reativando suas economias à medida que a vacinação avança nestes países e o consumo volta a crescer.


Ainda assim, ela ressalta que ambas potências não tem estoques das commodities o bastante para alimentar seus mercados internos, e as condições climáticas não estão favoráveis para uma retomada. 

Esta maior procura vai encarecer a soja e o milho brasileiro dentro do mercado nacional e, por isso, encarecer os ovos - já que a ração para as galinhas, que é feita de soja e milho, vai aumentar de preço.

"Essa situação é temporária, porque é uma condição de mercado e, sobre isso, não há muito o que fazer. Do ponto de vista do Ministério da Agricultura, vamos incentivar o aumento de plantio de milho. A soja já aumentou sozinha. No ano passado, sabendo que esse problema poderia acontecer, nós já fizemos isso. Hoje temos algo entre 35 milhões e 40 milhões de área com plantio de milho, mas neste ano tivemos aumento de mais 1 milhão de hectares para a safrinha (safra de inverno)", diz.