19 de abril de 2021
Campo Grande 31º 20º

Economia

Prévia do PIB tem alta de 1% em janeiro, primeiro mês sem auxílio emergencial

source
Prévia do PIB teve alta de 1% em janeiro, mas crescimento da economia deve ser lento no primeiro trimestre
iStock
Prévia do PIB teve alta de 1% em janeiro, mas crescimento da economia deve ser lento no primeiro trimestre

Mesmo com o fim do auxílio emergencial em dezembro , a atividade econômica cresceu 1% em janeiro na comparação com o mês anterior, de acordo com o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), considerado a 'prévia do PIB', divulgado nesta segunda-feira (15).

O primeiro mês do ano continuou na trajetória de retomada que se iniciou após tombos recordes em março e abril do ano passado, os meses que registraram o maior impacto econômico da pandemia.

Apesar dos sucessivos números positivos, a retomada ainda não foi suficiente para compensar as quedas históricas. Em 12 meses, a  economia recuou 4,1%, de acordo com os números oficiais.

Parte do avanço em janeiro aconteceu por conta da alta de 0,6% no setor de serviços , apesar de ainda não ter recuperado as perdas da pandemia. A produção industrial também registrou crescimento, de 0,4% no mês.

Você viu?

Já o fim do auxílio emergencial , a alta da inflação e a piora na pandemia impactaram nas vendas do varejo, que caíram 0,2% em janeiro.

O IBC-Br é considerado uma espécie de prévia do PIB por calcular o índice de atividade econômica, mas usa metodologia diferente do IBGE, responsável pelo número oficial.

Primeiro trimestre mais devagar

Apesar do número positivo de janeiro , boa parte do mercado está projetando um primeiro trimestre difícil de retração econômica por conta do fim do auxílio, que deve voltar a ser pago em abril, e do recrudescimento da pandemia que causou novas medidas de restrição em vários estados.

A expectativa é que a economia melhore depois desse início de ano e feche com crescimento de 3,23%, de acordo com o boletim Focus , que reúne as expectativas de mercado.