27 de novembro de 2020
Campo Grande 35º 23º

MEIO AMBIENTE

Reflore/MS e empresas criam Protocolo de Boas Práticas e Ações de Controle da Covid-19

O documento traz as recomendações oficiais publicadas pelo Ministério da Saúde e pelo Ministério do Trabalho e, as medidas adicionais que foram implementadas pelas empresas associadas da Reflore/MS

Diante da atual pandemia, com o propósito de prevenir, mitigar e de controlar a dispersão do vírus da Covid-19, a Associação Sul-Mato-Grossense de Produtores e Consumidores de Florestas Plantadas (Reflore/MS) e as empresas associadas estabeleceram e adotaram um Protocolo de Boas Práticas e Ações de Controle da Dispersão da Covid-19.

O Protocolo traz as boas práticas que as empresas associadas adotaram em seus ambientes de trabalho, seja no campo, nas indústrias ou nos escritórios administrativos instalados nas cidades. O setor de base florestal está inserido dentro de um segmento essencial; a madeira é matéria-prima indispensável de inúmeros itens que são de primeira necessidade da população.

“Se a madeira não chegar na indústria alimentícia, provavelmente os supermercados serão desabastecidos com inúmeros produtos, assim também acontecerá com os laticínios, os frigoríficos e todas as indústrias que possuem caldeiras. Os secadores provavelmente não terão madeira para secarem seus produtos e a indústria de celulose também será afetada e não poderá oferecer tantos outros produtos importantíssimos (como papel higiênico por exemplo) para o bem estar das pessoas, dos nossos municípios, de MS, do Brasil e do mundo. Nosso propósito é continuar produzindo, mas a todo momento seguindo as recomendações de saúde e segurança com os trabalhadores da nossa cadeia", diz Moacir Reis, presidente da Reflore/MS.

O documento traz as recomendações oficiais publicadas pelo Ministério da Saúde e pelo Ministério do Trabalho e, as medidas adicionais que foram implementadas pelas empresas associadas da Reflore/MS, segundo as recomendações de suas equipes de saúde e segurança, adaptadas as particularidades das atividades. Também há recomendações sobre como se proceder após a identificação de colaborador sob suspeita de contaminação do vírus, visando conduzi-lo ao devido isolamento social e dos pares com os quais teve contato.

O protocolo completo pode ser acessado no site da Reflore/MS.