28 de outubro de 2020
Campo Grande 28º 21º

Trabalhadores da construção civil solicitam reajuste de 30% no piso salarial

Campo Grande possui hoje cerca de 30 mil operários da construção civil registrados e aproximadamente 6 mil que não possuem registros. Diante disso, o presidente do Sintracom (Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Civil e do Mobiliário de Campo Grande, José Abelha Neto ressalta que um oficial (pedreiro, carpinteiro) recebe um piso salarial de R$ 1.000,00 e um servente de pedreiro recebe R$ 735,00 para desenvolver seu trabalho.

Pensando no bem da categoria, o presidente afirma que os trabalhadores necessitam de um aumento de 30% do piso salarial. “Apresentamos a proposta pedindo 30% de reajuste, mas ninguém apresentou nenhuma contra proposta porque consideram um absurdo o pedido de reajuste”, afirma Abelha.

Revoltados com a situação, os empresários estão organizando um protesto para a próxima segunda-feira, na rua 15 de novembro próximo da rua Ceará,  onde os empresários pretendem distribuir bananas para os trabalhadores, com intuito de mostrar aos trabalhadores que é isso que os patrões estão oferecendo à classe.

“A verdade é que os empresários da construção civil da Capital estão oferecendo  bananas para os trabalhadores.  Os trabalhadores querem ganhar um salário decente e ter condições dignas de trabalho”, ressalta o presidente.

Dany Nascimento