30 de setembro de 2020
Campo Grande 40º 23º

Rodada deixa Ponte muito perto da degola e puxa Flu para a briga

A Ponte Preta está muito perto de se juntar ao Náutico e se tornar mais um time com passaporte carimbado para a Série B do Campeonato Brasileiro de 2014. Além de ter praticamente definido mais um rebaixado, a 36ª rodada do Brasileirão trouxe o Fluminense novamente para a briga contra a degola e restringiu a disputa pelas vagas na Libertadores.

O time de Campinas só se salva com uma combinação improvável de resultados. Após ficar no 1 a 1 com o Grêmio, a Ponte foi aos 36 pontos na 19ª posição, a seis do Fluminense, primeiro time fora da zona de rebaixamento.

Só duas vitórias nas últimas duas rodadas (contra Portuguesa e Internacional) e tropeços dos concorrentes poderiam salvar o time campineiro, que se recusa a jogar a toalha apesar de ter 99,9% de chances de cair.

Por falar em Fluminense, o time carioca voltou a ser um forte concorrente para o rebaixamento. Depois de empolgar o torcedor com vitórias sobre Náutico e São Paulo, a equipe de Dorival Júnior perdeu para o Santos e viu as chances de cair subirem para 44,8%.

Se vencer o Atlético-MG na próxima rodada, a salvação é certa. Porém, um tropeço tornará o embate com o Bahia na última rodada em uma verdadeira decisão.

Os integrantes da zona de rebaixamento permaneceram os mesmos após uma mais uma rodada. O Vasco venceu o Cruzeiro em um jogo cheio de polêmica, foi aos 41 pontos e segue na 18ª posição. Porém, pode deixar o grupo dos quatro piores na partida contra o já rebaixado Náutico, em casa.

O Coritiba também não conseguiu respirar mais aliviado, pois ficou no empate com o Internacional. As chances de o time paranaense voltar para a Série B aumentaram para 55% e o confronto com o Botafogo no próximo fim de semana pode ser decisivo.

Quem se deu bem na rodada foi o Bahia, que venceu o duelo direto e importantíssimo com a Portuguesa e saltou para a 13ª posição, com 45 pontos e 11,1% de chances de cair. Porém, o time tem Cruzeiro e Fluminense pela frente e ainda não pode respirar aliviado.

Já Lusa tem apenas 3,7% de chances de cair porque tem adversários menos complicados. Primeiro encara a praticamente rebaixada Ponte Preta e depois o Grêmio, em casa. O Criciúma viu sua sequência de vitórias ser interrompida com o empate com o Vitória e ainda tem 24,4% de chances de cair.

CONFIRA O RAIO-X COMPLETO DAS TRÊS RODADAS FINAIS DO BRASILEIRÃO

Se seis times tentam fugir das duas vagas restantes no rebaixamento – já contando com a provável queda da Ponte -, a briga pela Libertadores tem quatro times em busca de três vagas.

Com o Cruzeiro garantido e o Vitória com apenas 1,3% de chances após empatar com o Criciúma, Atlético-PR, Grêmio, Goiás e Botafogo lutaram nas duas últimas rodadas por três vagas.

O time paranaense leva vantagem e está muito perto de carimbar o passaporte (96,1% de chances). Grêmio, terceiro colocado e com 82,5% de chances, recebe o Goiás, quarto colocado e com 58,9% de chances, em confronto direto que pode preencher mais uma lacuna.

O Botafogo soma 61,3% de chances e tem pela frente dois times que lutam para não cair e pode usar o desespero de Coritiba e Criciúma para surpreender e deixar os concorrentes para trás.

Portal Uol