26 de novembro de 2020
Campo Grande 34º 23º

ESPORTE | ECONOMIA

Sem mulheres, Forbes divulga a lista dos 10 atletas mais bem pagos da última década

Apenas um brasileiro no top 10. Confira a lista completa

Leia também

• Em meio a pandemia, Dono da Havan fica mais rico e sobe 16 posições na lista da Forbes

Entre os 10 atletas mais bem pagos da última década, pode-se enxergar uma variedade de esportes: futebol, boxe, golfe, basquete, tênis e automobilismo. Mas eles têm em comum o fato de serem multi-campeões em suas modalidades e a conquista de prêmios individuais. O levantamento é da Forbes. 

Segundo a revista, essa mesma variedade não é vista quando se comparam os gêneros – e, a exemplo de quase todos os outros setores, o domínio masculino é evidente.

A atleta que mais se aproxima da lista é a tenista Serena Williams (39 anos), que obteve vitórias em 23 Grand Slams durante sua carreira. Com uma extensa lista de patrocínios, a jogadora acumulou um patrimônio de US$ 225 milhões ao longo dos anos, somando parcerias e prêmios de competições. Serena também é uma investidora arrojada, que destinou parte de seus recursos financeiros a mais de 50 startups nos últimos seis anos.

Os 10 atletas mais bem pagos da última década segundo dados da Forbes de 2011 até 2020:

1. CRISTIANO RONALDO

O jogador Cristiano Ronaldo O jogador Cristiano Ronaldo. Foto: Thananuwat Srirasant /Getty Images

Valor recebido: US$ 869,2 milhões

É o mais popular desta lista nas redes sociais, tem cinco títulos da Liga dos Campeões da UEFA e ganhou cinco vezes o prêmio de melhor jogador do mundo. Estas são algumas das razões que fazem com que o português de 35 anos seja um fenômeno em ganhar dinheiro.

Seu contrato de quatro anos com a Juventus da Itália rende ao jogador US$ 64 milhões anuais, além de acordos de patrocínio com a Nike, Electronic Arts e MTG, para citar alguns. Ronaldo ainda possui parceria com o Grupo Pestana, que construiu alguns hotéis com seu nome.

2. FLOYD MAYWEATHER

O boxeador MayweatherO boxeador Floyd Mayweather. Foto: Harry How/Getty Images

Valor recebido: US$ 850 milhões

Agora aposentado, Mayweather é um dos poucos lutadores de boxe que podem se gabar de nunca ter perdido uma luta na carreira.

Os confrontos contra Manny Pacquiao (2015) e Conor McGregor (2017) contribuíram com mais de US$ 500 milhões para a fortuna de Floyd Mayweather, que passou a administrar as próprias lutas e, também, a embolsar a maior parte da renda proveniente delas.

3. LIONEL MESSI

O jogador Lionel Messi O jogador Lionel Messi. Foto: Dan Istitene/Getty Images

Valor recebido: US$ 827 milhões

O argentino Lionel Messi tem um dos contratos mais caros do futebol atual, com salários que ultrapassam US$ 80 milhões por ano.

Messi conta, ainda, com uma parceria longa com a fornecedora de artigos esportivos Adidas, um dos melhores contratos do mundo dos esportes, que gera US$ 10,5 milhões por ano ao atleta eleito seis vezes o melhor do mundo pela FIFA.

4. LEBRON JAMES

Lebron James Lebron James. Foto: Harry How/Getty Images

Valor recebido: US$ 725,4 milhões

LeBron James, aos 35 anos vem de uma temporada de campeão da NBA com direito a prêmio de MVP das finais. Seu contrato com o Los Angeles Lakers vale US$ 153 milhões por quatro anos de serviço de um dos melhores jogadores que a liga já viu.

No portfólio de patrocínios e investimentos de LeBron é de impressionar. O jogador tem sua própria empresa de produções, a SpringHill Entertainment, e de mídia, a Uninterrupted. Ele também investe na rede de franquias Blaze Pizza, além de contar com patrocínios da Nike, com a qual já lançou dezenas de tênis com seu nome.

5. ROGER FEDERER

Roger FedererRoger Federer. Foto: Matthew Stockman/Getty Images

Valor recebido: US$ 703,3 milhões

Primeiro colocado na lista de atletas mais bem pagos de 2020, Roger Federer prova que idade não é impedimento para se manter no topo de competições e arrecadar altas somas em patrocínios e acordos.

O portfólio de patrocínios do suíço de 39 anos inclui um contrato de 10 anos com a marca de roupas japonesa Uniqlo, que vai lhe render US$ 300 milhões. Federer chegou a 31 finais de Grand Slams e conquistou 20 títulos dos campeonatos mais concorridos do cenário do tênis mundial. Ao todo, o tenista já recebeu mais de US$ 130 milhões em premiações.

6. TIGER WOODS

Tiger WoodsTiger Woods. Foto: Andrew Redington/Getty Images

alor recebido: US$ 572,3 milhões

Considerado o melhor golfista de todos os tempos, Eldrick Tont “Tiger” Woods já conquistou 15 majors de golf e 82 torneios da PGA, ultrapassando todos os golfistas ativos. Mesmo com um incidente em 2017 que resultou em sua prisão por dirigir embriagado e escândalos de traições, o jogador não parece ter perdido prestígio entre as marcas.

Desde que se tornou profissional, Woods já arrecadou US$ 1,5 bilhão em patrocínios e presença em eventos. Dentre as marcas que investem no atleta estão Nike, Rolex, TaylorMade, Bridgestone e Monster Energy.

7. KEVIN DURANT

Kevin Durant Kevin Durant. Foto: Harry How/Getty Images

Valor recebido: US$ 483,4 milhões

A NBA sentiu a falta de Kevin Durant na última temporada. O jogador rompeu o tendão de aquiles nos playoffs de 2018-2019 e passou o ano em recuperação, mas isso não o impediu de assinar um contrato de quatro anos, no valor de US$ 164 milhões, com o Brooklyn Nets, mostrando a confiança que o time tem no retorno de um dos melhores cestinhas que a liga já viu.

O atleta possui em seu currículo duas medalhas olímpicas de ouro, dois títulos da NBA, um prêmio de melhor jogador da liga e dois prêmios de melhor jogador das finais. Ele espera repetir o sucesso que teve em Oklahoma e Golden State para um dos públicos mais difíceis dos EUA – o de Nova York.

Durant possui diversos acordos de patrocínio e também investe em startups. Essa diversificação de investimentos deve garantir um futuro confortável ao atleta, mesmo que ele nunca se recupere de sua grave lesão.

8. PHIL MICKELSON

Phil MickelsonPhil Mickelson. Foto: Rob Carr/Getty Images

Valor recebido: US$ 474,8 milhões

Philip Alfred Mickelson conquistou cinco majors e 44 torneios da PGA (Professional Golfers Association) em sua carreira, ficando atrás apenas de Tiger Woods. Essas conquistas lhe renderam US$ 91 milhões em premiações, mas grande parte de seu patrimônio financeiro foi construído graças a parcerias e patrocínios.

Recentemente, Mickelson firmou acordos com a Amstel Light e a marca de bonés Melin. Apelidado de “lefty”, por jogar com o braço esquerdo, o atleta é um dos garotos-propaganda mais conhecidos nos Estados Unidos, profissão que já rendeu mais de US$ 750 milhões durante toda sua carreira.

9. NEYMAR

Neymar Neymar - Foto: Dean Mouhtaropoulos - Getty Images

Valor recebido: US$ 452,5 milhões

O brasileiro Neymar ficou em 9º lugar na lista, mas esse cenário deve mudar nos próximos anos. O jogador está entrando no quarto ano de seu contrato de US$ 350 milhões com o Paris Saint-Germain e ainda assinou, em setembro, um acordo para ser a cara da marca de roupas esportivas Puma – o mais lucrativo do tipo até agora. Segundo o jornal “Marca”, serão € 20 milhões por ano ao longo de 15 anos. O jornal espanhol reportou, ainda, que Neymar terá direito a royalties, o que pode aumentar essa soma consideravelmente.

Nos últimos três anos da lista dos atletas mais bem remunerados da Forbes, o jogador brasileiro aparece, entre salários e patrocínios, com US$ 290,5 milhões ao todo, atrás apenas de Lionel Messi (US$ 342 milhões) e Cristiano Ronaldo (US$ 322 milhões). Neymar, que é o segundo atleta do mundo com mais seguidores nas mídias sociais (perdendo apenas para o português Cristiano Ronaldo), está entrando em seu auge e ainda deve conquistar muitos títulos e contratos milionários.

10. LEWIS HAMILTON

Lewis HamiltonLewis Hamilton. Foto: Getty Images 

Valor recebido: US$ 425 milhões

Depois de vencer mais um campeonato da Fórmula 1 em 2019, o britânico Lewis Hamilton assinou novo contrato de dois anos com a Mercedes, no valor de US$ 40 milhões. O piloto é apenas o segundo em toda a história do esporte a conquistar seis títulos mundiais – o primeiro é o alemão Michael Schumacher.

Hamilton também tem sido muito ativo em suas redes e mídias pela luta racial, seu estilo e personalidade fazem dele um piloto único no mundo. Patrocínios com os da Vodafone e Tommy Hilfiger ajudam a completar os ganhos do único corredor na lista.

FONTE: REVISTA FORBES.