03 de agosto de 2021
Campo Grande 30º 14º

Medicina

Acadêmicos realizam protesto contra superlotação na Uniderp

A- A+

Os acadêmicos de medicina da Universidade Anhanguera-Uniderp vão promover nesta quinta-feira (7) uma manifestação em frente à universidade. O protesto será realizado por conta da superlotação das salas de aula.

Os alunos reclamam que, mesmo com 158 acadêmicos por sala no 1º ano do curso, a universidade abriu vaga para mais 48 alunos, perfazendo um total de mais de 200 alunos por sala.

“Não temos estrutura nem para os 158 alunos aprenderem com qualidade, imaginem colocando mais 48 alunos? Quando iniciamos o curso, nos prometeram que seriam ‘apenas’ 120 alunos em cada sala, mas agora somos em 158 e querem aumentar ainda mais”, contou a acadêmica Isadora, uma das líderes da manifestação.

Segundo Isadora, o objetivo dos acadêmicos é que não sejam abertas as novas vagas ou que, se a universidade abrir as vagas, que os novos alunos iniciem o ano letivo no próximo ano.

Sem resposta- A equipe de reportagem do MS Notícias entrou em contato com a assessoria de imprensa da universidade para comentar sobre o assunto. Mas nenhuma das ligações foi atendida e nem retornadas até a publicação da matéria.