21 de abril de 2021
Campo Grande 32º 18º

Trânsito

Agetran realiza blitz educativa para evitar motorista ao celular

A- A+

A cada hora, nas principais vias e avenidas da Capital são registrados de 20 a 30 motoristas dirigindo com celular. Este número é considerado muito alto pela equipe de trabalho de educação do trânsito da Agência Municipal de Trânsito (Agetran).

Para reduzir este número várias blitz educativas estão sendo realizadas em Campo Grande para informar aos motoristas sobre a gravidade do problema. As conseqüências que podem acontecer são com os de acidentes graves e muitas das vezes com vítimas fatais. Nesta segunda-feira (20) a equipe da Agetran esteve na avenida Gury Marques realizando a Blitz Educativa. 

De acordo com chefe do Núcleo de Estatísticas de Acidentes no Trânsito da Agetran, Nédio Mendes Júnior, o objetivo da Blitz é reduzir o número de acidentes no trânsito da Capital que são causados com o uso do celular ao volante. “Depois que começamos com as blitz educativas do uso do celular ao volante, observamos que um número considerável de motoristas que estavam sem o Sinto de Segurança. Situação considerada pelo código de trânsito uma situação gravíssima. O uso do cinto de segurança deve ser utilizado em todos os bancos do veiculo, no banco de passageiro da frente e para os passageiros do banco de traz”.

O chefe dos Agentes de Trânsito da Agetran, José Alves de Arruda é o responsável pelo mapeamento das vias onde estão sendo realizadas as blitz educativas. “Depois de mais de uma semana de trabalho foram realizadas Blitz nas avenidas Lúdio Coelho, da Capital, Gury Marques, Interlagos, Rodolfo José Pinho, Euler de Azevedo, Bandeirantes e rua Alegrete”, completa Arruda. 

O diretor-presidente da Agetran, Elídio Pinheiro reforça que as Blitz são educativas tanto para evitar o uso de celular ao volante e também para a obrigatoriedade do uso do cinto de segurança. “A partir de primeiro de novembro a multa para o celular ao volante será de R$293,00 e sete pontos na carteira do condutor do veículo. A multa pela não utilização do cinto de segurança passará de R$127,00 para R$ 195,00 e cinco pontos na carteira”, informa o diretor-presidente da Agetran. 

Além dos agentes de trânsito a Blitz desta segunda-feira contou com a presença do chefe de divisão Para o Trânsito da Agetran José Roberto Cuevas que trabalhou nas orientações preventivas e passou informações para os motoristas. (Com Assessoria)