25 de setembro de 2020
Campo Grande 36º 22º

REVIVA CAMPO GRANDE

Além da prefeitura, empresários correm para terminar obras na 14 de Julho

Administração quer entregar obra em 29 de novembro

O Reviva Campo Grande, ao realizar obras na 14 de Julho, foi alvo de manifestos, no entanto, agora quase finalizado o empreendimento da Prefeitura Municipal, chama atenção de empresários e lojistas, que investem e prospectam um cenário de lucro para as festas de final de ano. As obras ao longo de 1,4 quilômetros nas calçadas, devem ser entregues no final desse mês. No entanto, equipes particulares das diversas lojas a serem inauguradas correm contra o tempo para também estarem finalizadas as obras de cada empreendimento dentro desse prazo. Segundo os investidores, ninguém quer perder o período de maior movimento no comércio, o mês de dezembro, quando o consumidor – com o poder aquisitivo reforçado pelo 13º – compra os presentes de Natal.

Além das pequenas obras, as gigantes como Gazin Móveis, instalada da 14 de Julho, investe mais de R$ 300 mil em sua filial na Rua Barão do Rio Branco, para conectar-se a loja principal na 14 de Julho, a loja compreenderá 3100 metros quadrados, com instalação de escada rolante e espaço apara exposição, segundo assessoria da empresa na Capital. Ao aumentar o tamanho da loja, o gerente Denilson Lopes Molina, explicou que também tiveram que ser contratados 16 novos colaboradores. “A direção da empresa acredita que com este investimento, as obras na 14 de Julho, este provavelmente será o melhor dezembro, em termos de vendas, dos últimos anos”, afirmou. 

O gerente da Gazin Móveis, Denilson Lopes Molina. Foto: Denilson Secreta

Além dessa obra, outra que chama atenção, é uma galeria que está sendo construída na esquina com Avenida Fernanda Corrêa da Costa. Conforme a Prefeitura, no local haverá espaço para serem instaladas sete lojas, praça de alimentação que contará com uma franquia da rede Burger King e uma versão Express (com 308 metros quadrados) do supermercado Comper. 

Já no cruzamento da 14 de Julho com a 15 de Novembro, encostadas à Praça Ary Coelho, o empresário Nilson Carvalho Vieira, que trabalha no local há 30 anos, está na contagem regressiva para a entrega das obras, programada para o próximo dia 29.   “Enquanto as obras duraram tive de fazer alguns ajustes, agora meu planejamento é reforçar o quadro de pessoal para atender o crescimento da clientela”, avaliou o empresário do ramo óptico. 

Entre obras, expectativas, há outros que estão mesmo visando abrir novas lojas. O caso do empresário Djalma Santos, que vai abrir sua terceira loja na 14 de Julho, dedicada a bijuterias e acessórios. O prédio onde por muitos anos funcionou uma lanchonete (na sobre esquina com a Afonso Pena), está sendo reformado e adaptado para abrigar a nova loja.

Obra em fase de acabamento. Foto: Denilson Secreta.  

O PROJETO

O Reviva Campo Grande revitalizou e modernizou a mais tradicional via comercial de Campo Grande. A Prefeitura Municipal classifica a obra à transformação do local em uma espécie de: ‘Shopping a Céu Aberto’.

Segundo a administração, foram removidas as poluições visuais do novelo de fios das redes elétricas e de telefonia e construídas calçadas padronizadas, arborização e uma atrativa decoração natalina que começa a ser montada nos próximos dias. Conforme a Engepar Engenharia, empresa responsável pelas obras, o projeto está mais de 95% executado. Estão sendo retirados os postes de energia aérea, concluído o novo paisagismo e a arborização. (Com assessoria).