19 de janeiro de 2022
Campo Grande 34º 24º

CLIMA | MS

Alerta de perigo para chuva com granizo e tempestades no Centro-Oeste

Atenção máxima ao município de Água Clara

A- A+

O Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) publicou aviso iniciando às 10h desta segunda (8.nv.21). O órgão diz que há previsão de chuva entre 30 e 60 mm/h ou 50 e 100 mm/dia, ventos intensos (60-100 km/h). Risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas em Mato Grosso do Sul (MS). 

O aviso vale para ao menos três estados no Centro-Oeste. Veja as regiões: 

  • MS - Centro sul-mato-grossense, Pantanais sul-mato-grossense, Leste de Mato Grosso do Sul, Centro Norte de Mato Grosso do Sul; Atenção máxima ao município de Água Clara.  
  • MT - Nordeste Mato-grossense, Norte mato-grossense, Sudoeste Mato-grossense - na região Centro-Oeste; Atenção máxima nos municípios de Caorizal e Água Boa.  
  • GO - Centro Goiano, Norte Goiano, Noroeste Goiano, Sul Goiano, Leste Goiano. Atenção máxima no município de Adelândia.

Há alerta também para a Região Nordeste Brasil. O Inmet diz que o tempo pode apresentar essas condições perigosas no Centro Sul Baiano, Centro Norte Baiano, Extremo Oeste Baiano, Vale São-Franciscano da Bahia, Região Ocidental do Tocantins, Oriental do Tocantins, Oeste Maranhense, Sul Maranhense, Centro Maranhense e Leste Maranhense

Ao Sul do Páís, apenas no Sudeste e Sudoeste Paraense o Inmet emite esse alerta. 

Ao  noroeste da região Norte do Brasil - o alerta vale para Norte de Roraima, Leste Rondoniense, Centro Amazonense, Sudoeste Piauiense, Sudoeste Amazonense, Sul Amazonense, Norte Amazonense, Baixo Amazonas, Madeira-Guaporé e Sul de Roraima.  

O alerta vale até as 11h de amanhã (9.nov.21). 

As instruções em caso de situação de emergência por temporais: 

  • Em caso de rajadas de vento: (não se abrigue debaixo de árvores, pois há risco de queda e descargas elétricas e não estacione veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda)
  • Se possível, desligue aparelhos elétricos e quadro geral de energia.
  • Obtenha mais informações junto à Defesa Civil (telefone 199) e ao Corpo de Bombeiros (telefone 193).