05 de maro de 2021
Campo Grande 28º 21º

UFMS

Assoreamento do Lago do Amor será tema de audiência pública na Câmara

“Um dos principais cartões postais de Campo Grande, o Lago do Amor, localizado na Reserva Natural da UFMS corre o risco de desaparecer. Tudo por conta da urbanização acelerada no entorno dos córregos Cabaça e Bandeira”, explicou Alex do PT

“Querendo solucionar o problema e discutir com a sociedade as possíveis soluções farei uma Audiência Publica na Câmara Municipal no dia 9 de agosto as 15h, contaremos com a colaboração da Presidente da ADUFMS”, disse Alex do PT.

O assoreamento do Lago do Amor já criou até uma “grande praia”, bastante utilizada pelas capivaras. Nos últimos anos, o assoreamento do lago do Rádio, a erosão ao lado da Rua Spipe Calarge e a ocupação urbana na região dos bairros Rita Vieira, Coopharádio e Residencial do Lago agravaram a situação.

A situação é tão crítica, que o biólogo, doutor em Ecologia e consultor ambiental José Milton Longo, alerta para o risco do Lago do Amor, um dos principais pontos turísticos da cidade, transformar-se em um grande brejo.

A UFMS inclusive, corre risco de ser multada pelo Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Renováveis) pelo descaso com o lago. A instituição já chegou a ser multada uma vez pela proliferação de plantas aquáticas dentro do lago em decorrência da poluição ambiental.

“Vamos convocar a sociedade e todos juntos tratar de este importante cartão postal de nossa cidade” finalizou Alex do PT