22 de junho de 2021
Campo Grande 28º 16º

Até 18 de abril, Brasil registrou 745 mil casos de dengue, 234% a mais que 2014

A- A+

O número de casos de dengue no Brasil nos primeiros três meses e 18 dias de 2015 aumentou 234,5% em relação ao mesmo período do ano passado. Os dados foram divulgados hoje pelo Ministério da Saúde.

Segundo Ministério, de primeiro de janeiro a 18 de abril foram registrados 745,9 mil casos de dengue enquanto no mesmo período de 2014, esse número foi de 223,2 mil.

De acordo com o balanço, a Região Sudeste apresenta a maior incidência de dengue, com 575,3 casos para cada 100 mil habitantes (489.636 casos no total). O Centro-Oeste é o segundo colocado com 560,7 para cada 100 mil habitantes (85.340 casos no total). Em seguida, está as regiões: Nordeste, com 173,7 para cada 100 mil habitantes (97.591 casos no total); Sul, com 159,8 para cada 100 mil habitantes (46.360 casos no total) e Norte, com 156,6 para cada 100 mil habitantes (27.030 casos no total).

Segundo dados do ministério, foram confirmadas 229 causadas pela dengue nas primeiras 15 semanas de 2015, o que representa um aumento de 44,9% em relação ao mesmo período de 2014, quando foram registradas 158 óbitos.

Em Mato Grosso do Sul, a SES (Secretaria de Estado de Saúde) confirma até o dia 29 de abril, o registro de 17.467 casos da doença. Os municípios com maiores índices de incidência são: Iguatemi (8.222,8); Selvíria (5.165,7) e Sonora (5071,6). Campo Grande ocupa a 35ª posição com 423,4 casos. O número de incidência é calculado dividindo o número de casos registrados por 100 mil habitantes. Até o momento, foram quatro óbitos confirmados nos municípios de: Corumbá (1), Paranhos (1) e Sonora (2).