30 de novembro de 2021
Campo Grande 31º 22º

POLÊMICA

Atriz diz que achou fuzil, milhões na casa, e que contraiu HPV de Nego do Borel

Duda narrou ato de violência que teria sido praticado por Nego

A- A+

A atriz e influenciadora digital Duda Reis, de 19 anos, compareceu à Delegacia de Defesa da Mulher, em São Paulo, e formalizou as acusações por agressão que diz ter sofrido do cantor Nego do Borel. Ela também denunciou a polícia que encontrou um fuzil e R$ 2 milhões em espécie na casa do artista. A atriz separou-se de Nego após descobrir constante traição praticada pelo artista, ele mesmo assumiu que traiu a jovem. A jovem chegou a ser noiva do cantor. Duda acusa Nego de estupro de vulnerável, ameaça, injúria, lesão corporal, além de alegar que contraiu infecção transmitida através do ato sexual (HPV), em decorrência de relações extraconjugais mantidas por Nego durante o período em que estavam juntos.

"Ela passou a temer pela sua vida e de seus familiares, após diversos abusos. Que descobriu na residência do autor, uma arma fuzil e um cofre com 2 milhões de reais em espécie", consta do relato no boletim de ocorrência. 

Segundo a Polícia Civil de São Paulo, a Justiça analisa os pedidos de medidas protetivas em relação a Nego. Ainda conforme ressalta o órgão, foi instaurado um inquérito para apurar as acusações feitas pela influenciadora.

"A equipe da unidade instaurou inquérito policial para investigar e esclarecer todos os fatos. Foram solicitadas ao Poder Judiciário as medidas protetivas para a vítima, que estão em análise judicial", diz um trecho do comunicado da Polícia Civil de São Paulo.

Duda narrou ato de violência que teria sido praticado por Nego. Na ocasião marrada, o cantor estaria sob efeito de entorpecentes e teria dopado a jovem com remédios e praticado ato sexual com ela sem que ela estivesse consciente.  A menina relatou que o artista a teria feito se afastar da família dela e que teria a ameaçado de morte para que ela não revelasse nada sobre as agressões que estaria sofrendo, segundo relato.

"O autor ameaçava o pai, a mãe a irmã da vítima, dizendo que a vítima deveria ficar quieta se quisesse o bem da família. O autor dizia que a briga da vítima era de 'cachorro grande' e que eles iriam acabar mortos ou o autor os matarias. A vítima informa que teme por sua integridade física pois o autor presenciou chamadas de vídeo para presidiários", consta de outro trecho do boletim.

Apesar de admitir que traiu a ex-noiva, Nego, negou as outras acusações. Em vídeo publicado ontem, 5ª-feira (14.jan.21), disse que "nunca agrediu ou praticou qualquer tipo de violência contra ela". Ao momento em que diz, as imagens são cortadas e parece estar lendo ao fora da câmera. 

Ao deixar a delegacia Duda agradeceu seus mais de 8 milhões de seguidores pelo apoio e também as suas advogadas. Veja: 

O artista disse que ele e a moça haviam feito um acordo de não revelar nada que aconteceu dentro do relacionamento.  "Não quero ficar nas redes sociais denegrindo as imagens dela. Mas, se é para me defender, mostrar quem eu sou, vou até o final e brigar por isso", diz ele, que reiterou estar tomando "todas as medidas legais" para provar que ele "não é esse cara que ela está falando".

Eis o vídeo na íntegra: