21 de outubro de 2021
Campo Grande 31º 17º

Barroso

Barroso vê momento atual como 'relativamente sombrio'

Ministro do STF, no entanto, ressaltou os avanços da democracia nas últimas três décadas

A- A+
Ao fazer um balanço dos 30 anos da Constituição Federal de 1988, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso classificou o momento atual como "relativamente sombrio", mas ressaltou os avanços da democracia nas últimas três décadas.
 
"A fotografia do momento brasileiro é relativamente sombria, mas o filme da democracia brasileira é relativamente bom", afirmou Barroso a jornalistas, após participar do encontro anual da Associação da Escola de Direito de Harvard do Brasil, no Rio.
 
O ministro citou como avanços dos 30 anos de Constituição a estabilidade econômica e a liberdade de expressão. Como desafios ainda a superar, mencionou o sistema político caro e de baixa representatividade, a violência e a corrupção.
 
Questionado, Barroso evitou detalhar os motivos pelos quais classificou o momento como "sombrio".
 
O ministro iniciou a entrevista dizendo que não comentaria fatos do dia.