16 de outubro de 2021
Campo Grande 26º 20º

Impacto

Benefício por produtividade terá impacto de R$ 6 milhões na folha

Valor de R$ 600,00 será incorporado de maneira gradativa

A- A+

Mais de 800 servidores administrativos e auxiliares da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) receberão benefício de R$ 600 por mês por produtividade.  O valor será concedido de forma parcelada no decorrer de 2019. A medida terá impacto de R$ 6 milhões ao ano nos cofres públicos. Atualmente, a folha de pagamento é de cerca de R$ 120 milhões. A alteração do decreto foi assinada na manhã desta segunda-feira (28) e será publicado no Diário Oficial da próxima terça-feira (29).

Os servidores terão o valor de R$ 600,00 incorporados ao salário de maneira gradativa. Será acrescido inicialmente, já a partir do mês de janeiro, R$ 200; o valor sobe para R$ 400 em março e abril e de maio até dezembro o valor pago passa a ser de R$ 600.

De acordo com o prefeito, os valores foram incorporados na categoria que contempla mais de 870 servidores administrativos, bem como copeiras e outras funções. “É uma categoria extremamente defasada ao longo do tempo, que não era reconhecida. São os menores dos funcionários em valores econômicos e em nomenclaturas. Por justiça social, por isonomia nós estamos olhando por todos os funcionários: pequenos, médios e grandes”, disse o prefeito. 

O presidente da Associação em Defesa dos Servidores em Serviço de Apoio a Saúde (ADM) do município, Thiago Baratelli, declarou que a luta da categoria continua. "A gente não tá tentando não somente esses recursos. Nós estamos tentando várias melhorias para nossa categoria, mas esse recurso que a gente conseguiu tem mais ou menos um ano na luta brigando", disse Baratelli.

O decreto de benefício por produtividade existe desde 23 de abril de 2004 e a categoria ainda não estava incluída. "Esses servidores dão apoio à saúde, são os administrativos, são as pessoas dos guichês, são o pessoal aqui da Sesau, são as pessoas que recebem, que tem o primeiro contato com os pacientes e nem sempre nós somos reconhecidos. Pelo contrário, somos ofendidos pela população que não entende às vezes alguma deficiência”, disse Baratelli.

O salário base da categoria dos mais de 870 servidores do Administrativo da Saúde da Prefeitura de Campo Grande é de R$ 894,00 mensais por 40 horas trabalhadas por semana.

Atuam nas mais de 100 unidades de assistência, além da sede do administrativo, 871 servidores, sendo eles: agentes de atividades educacionais (2), ajudante de operação (114), artífice de copa e cozinha (4), assistente administrativo I (30) e II (322), assistente de serviços em saúde (247), auxiliar de serviços diversos (55), auxiliar social I (18) e II (73), digitador (1), redator (1) e telefonista (4).